Guarapuava vence duas categorias do Prêmio Nacional do Turismo 2019

Os vencedores foram o programa Guarapuava Turística 2026, que levou a medalha de prata e o projeto Caminho de São Francisco que ficou com o bronze

Os vencedores foram o programa Guarapuava Turística 2026 e o projeto Caminho de São Francisco (Foto: Secom/Prefeitura de Guarapuava)

Guarapuava acaba de vencer duas categorias do Prêmio Nacional do Turismo 2019. O edital com os vencedores foi divulgado hoje (22) pelo Ministério do Turismo. Assim, o município foi contemplado com prata na categoria ‘Melhoria do Ambiente de Negócios e Atração de Investimentos’ com o programa Guarapuava Turística 2026. Já o projeto Caminho de São Francisco levou o bronze na categoria ‘Turismo de Base Local’.

Foram reunidas na publicação do Ministério 33 iniciativas finalistas do Prêmio Nacional do Turismo 2019, todas integrantes das Iniciativas de Destaque. As finalistas foram selecionadas entre 418 projetos e foram avaliadas por 11 comissões julgadoras, compostas por 60 membros de diferentes entidades.

De acordo com a Secretaria de Comunicação da prefeitura, a publicação traz a sistematização dessas iniciativas de sucesso, assim como dos profissionais de destaque, com o objetivo de contribuir com o desenvolvimento do setor turístico no Brasil.

(Foto: Secom/Prefeitura de Guarapuava)

GUARAPUAVA TURÍSTICA 2026

O programa Guarapuava Turística 2026 surgiu com o objetivo de fomentar o crescimento e o desenvolvimento sustentável do turismo no município e na Região Serrana do Paraná. A ação ocorre por meio de gestão compartilhada com a sociedade civil organizada. O programa se baseia nas riquezas culturais, naturais e produtivas para atrair turistas e novos investimentos.

Dessa maneira, o Guarapuava Turística foi implantado em 2017, quando o vice-prefeito Itacir Vezzaro assumiu a Secretaria de Turismo. A ação é composta de diversos projetos. Itacir aponta que as parcerias firmadas com a iniciativa privada, associações e instituições, colocaram Guarapuava em um novo patamar no turismo regional, estadual e brasileiro. 

(Foto: Anderson Zacalusni)

Este programa está alinhado com o MasterPlan Paraná Turístico 2026, que se tornou referência nacional de excelência em planejamento estratégico para o turismo. Assim, seguindo a mesma metodologia e preceitos do programa Estadual, a secretaria de Turismo de Guarapuava adotou os sete macroprogramas do Paraná e também agregou os 11 eixos estratégicos previstos no Plano Nacional de Turismo.

(Foto: André U. De Salis)

O programa Guarapuava Turística 2026 inclui diversos projetos. Desses, sete foram elencados em 2018 como prioritários para serem implantados na cidade até 2020. São eles: Caminhos do Malte, Caminho de São Francisco da Esperança, Caminhos da Fé e Centro Histórico, Região Serrana do Paraná, Turismo de Aventura, Convention & Visitors Bureau – Região Serrana do Paraná e Conheça Guarapuava.

CAMINHO DE SÃO FRANCISCO DA ESPERANÇA

Sendo assim, o projeto Caminho de São Francisco da Esperança foi construído com base em um percurso pela estrada do Guairacá. Desse modo, leva as pessoas à paisagens com beleza cênica, entre rios, cachoeiras, e outros aspectos da beleza natural de Guarapuava. Essa iniciativa se estrutura a partir do desenvolvimento local e da inclusão social.

O objetivo é fomentar o turismo  do caminho que interliga os dois parques naturais de Guarapuava: Parque das Araucárias e Parque São Francisco da Esperança. Mas, também conta com opções de alimentação, além da oferta de produtos e serviços.

POTENCIAL

(Foto: Secom/Prefeitura de Guarapuava)

Além disso, a prefeitura ressalta que a cidade tem a terceira maior receita hoteleira do Paraná. Também se destaca, em nível nacional, como a 5ª cidade do país a hospedar mais visitantes através da plataforma Airbnb, que recebe turistas em residências particulares com serviços de hotel. Para Itacir, é importante manter o nível e aprimorar o turismo.

Reconhecida também como cidade-dormitório, a comunidade guarapuavana deve somar esforços para que esses visitantes permaneçam mais tempo aqui na nossa cidade, usufruindo dos nossos roteiros turísticos. Sendo assim, Guarapuava deve somar os esforços do setor público, privado e também das entidades nos governamentais para atrair, incentivar a maior permanência e o retorno dos turistas.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

TECNOLOGIA E INOVAÇÃO

Guarapuava será a 1ª cidade do país a ter 'app' com prêmio internacional

NOVAS CONFIRMAÇÕES

Saúde confirma 14 novos casos de covid-19 em Guarapuava

AINDA É PRIMAVERA

Rotary Lagoa promove a sexta edição da Expoflor em Guarapuava

Comentários