Jurados do Concurso Brilha Guarapuava avaliam decoração natalina na cidade

Associação Comercial e Empresarial de Guarapuava (Acig) vai premiar duas empresas e uma residência com os enfeites mais bonitos

Melhor decoração na categoria Residência receberá R$ 1000 (Foto: Acig)

Essa semana, cinco jurados percorreram as ruas da cidade para avaliar as decorações natalinas das casas e empresas inscritas na 3ª edição do Concurso Brilha Guarapuava, promovido pela Associação Comercial e Empresarial de Guarapuava (Acig).

De acordo com a Acig, este ano o concurso teve recorde de participações, com 15 inscritos na categoria Residência e 12 na categoria Comércio. Os jurados avaliaram apenas a decoração externa dos participantes, segundo quatro critérios: utilização dos símbolos natalinos; criatividade e originalidade; harmonia entre os elementos utilizados e iluminação.

“O que mais chamou a atenção na categoria Residência foram os relatos dos moradores sobre como enfeitaram suas residências, envolvendo seus familiares nesse trabalho. Vimos que muita criatividade foi empregada, aliada a riqueza de detalhes, mesmo utilizando materiais singelos. Na categoria Comércio notou-se que as fachadas bem iluminadas e enfeitadas propiciam um clima de felicidade e paz para os colaboradores e clientes”, relata um dos jurados do concurso e coordenador de gestão da Energisa, Reinaldo Juliani.

Os guarapuavanos utilizaram a criatividade para harmonizar as luzes com os símbolos natalinos em suas decorações externas (Foto: Acig)

Os vencedores do concurso ainda não foram revelados. A premiação do Brilha Guarapuava está prevista para o dia 17 de janeiro, durante a cerimônia de comemoração do aniversário da Associação. O primeiro lugar na categoria Comércio receberá R$1.500,00 e o segundo, R$1.000,00. Na categoria Residência, a melhor decoração vai receber R$1.000,00.

Relacionadas

EXPLOSÃO COVID-19

Em 24h, Guarapuava registra 71 novos casos de covid-19

PEDIDO

Súmula de requerimento de licença de instalação

SÚMULA

Súmula de recebimento de licença prévia

Comentários