Mulheres continuam sendo agredidas e ameaçadas em Guarapuava

De acordo com a Polícia Militar, três casos de violência doméstica foram registrados nas últimas horas em Guarapuava. Os agressores foram presos

Mulheres continuam sendo agredidas e ameaçadas em Guarapuava (Foto: Reprodução/Pixabay)

Três casos de violência doméstica marcam o boletim da Polícia Militar neste sábado (20) em Guarapuava. Num dos casos um homem, 57 anos, ameaça de matar a esposa, 72 anos. Em outro o irmão, 21 anos, agride e ameaça de matar a irmã, 23 anos. Já no outro fato, uma mulher é agredida pelo esposo embriagado.

De acordo com a PM, no bairro Morro Alto, a vítima, 71 anos, contou que o esposo, disse que iria ao banco para sacar dinheiro. Em seguida voltaria para degolá-la. Com medo, a mulher chamou a polícia e o agressor foi encontrado e preso.

Porém, no bairro Santana, na tarde dessa sexta (19), a denúncia foi de que o agressor ficou bebendo o dia todo, fora de casa. Ao retornar, por volta das 17h, começou a quebrar objetos da casa. Entretanto, quando a esposa tentou detê-lo, foi agredida com socos. Ele foi preso.

Conforme a PM, na madrugada deste sábado (20), após discussão, um jovem, 21 anos, agrediu a irmã, 23 anos, com socos. DE pois quebrou vários móveis da casa. Em seguida, segundo a polícia, foi até a cozinha e pegou uma faca. A vítima teve que correr para a rua em busca de socorro. Após a denúncia, uma equipe policial chegou à residência. “O jovem resistiu à prisão e foi preciso de força moderada para contê-lo”.

Leia outras notícias no Portal RSN.

 

Relacionadas

MISTÉRIO

Morador de 48 anos é encontrado morto dentro de casa em Guarapuava

PARCERIA

Leandre diz que Cancer Center é 'divisor de águas' e referência estadual

MAIS CONFIRMAÇÕES

Guarapuava confirma 27 novos casos de covid-19 em 24h

Comentários