Na banda

Guarapuava – O funcionário da Unicred, Julio Cesar da Silva Pernopolski, que é um dos suspeitos em possível envolvimento no “rombo” de cerca de R$ 2 milhões na cooperativa de crédito, não toca numa das bandas composta por médicos em Guarapuava. Ele foi visto tocando numa dessas bandas no final de 2009, por estar substituindo um dos músicos que estava impossibilitado de tocar nessa noite.
Julio é músico de outra banda da cidade.
A retificação foi feita na tarde desta segunda-feira (18).

Comentários