“Não faz justiça aos fatos”, diz Batisti sobre decisão de Gilmar Mendes

Coordenador do Gaeco comentou decisão do ministro de soltar o ex-governador Beto Richa

O coordenador do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), Leonir Batisti, comentou na manhã deste sábado (15) a decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, que determinou a soltura de Beto Richa. O ex-governador do Paraná e outras 14 pessoas foram presas na última terça (11), durante a Operação Rádio Patrulha. Todos deixaram a prisão na madrugada deste sábado (15).

“Entendemos que ela [a decisão] não faz justiça aos fatos porque o ministro está distante”, afirmou Batisti.

O coordenador do Gaeco classificou, também, como “altamente duvidosa em termos legais” a estratégia da defesa de Richa, que encaminhou o pedido diretamente a Gilmar Mendes.

“Não houve distribuição, ao que saibamos não foi proferido por um ministro de plantão”.

Batisti afirmou ainda que o Ministério Público vai examinar hipóteses de recurso à decisão.

Assista ao depoimento de Batisti, na íntegra:

Relacionadas

SAÚDE ANIMAL

Atendimento à fauna vítima de tráfico e maus-tratos será ampliado no PR

PRAZO ESTENDIDO

Sesa estende prazo para vacinação contra o sarampo

QUALIFICAÇÃO

Abertas as inscrições para seleção de alunos para curso de guarda-vidas

Comentários

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com