Papas da Língua faz show de inauguração em Quedas do Iguaçu

Na noite desta quinta feira (10) está sendo inaugurado, na cidade de Quedas do Iguaçu, o Centro de Cultura da cidade, a partir das 20h. O destaque da noite fica a cargo do show do Papas da Língua, com previsão de início às 22h.

O projeto é da Associação do Centro de Cultura e Sustentabilidade de Quedas do Iguaçu e conta com o apoio da Prefeitura Municipal. O evento é patrocinado pela Tractebel Energia, via Lei Federal de Incentivo à Cultura – Lei Rouanet.

Idealizado pelo Comitê de Sustentabilidade da Tractebel Energia, o Centro tem como objetivo principal resgatar, valorizar e preservar os costumes e tradições étnicas e culturais da região. Música, circo, teatro, poesia e muito mais estão na programação da inauguração. Além do show nacional com Papas da Língua, o público vai assistir à Trip do Circo, à apresentação dos violonistas do Projeto Gente e da Invernada Artística do CTG Peleando a Saudade, entre outros.

Com investimento de quase R$ 3 milhões, o Centro de Cultura conta com área total de 2.400,0m² e área construída de 1.592,16m², em dois andares. Ali estão o auditório principal de cinema e teatro – espaço para 324 lugares, incluindo vagas para cadeirantes -, salas, biblioteca, área para exposições, sala de inclusão digital, entre outros. “É o primeiro centro de convívio cultural da comunidade, com foco voltado para a instalação da sala de cinema e teatro do município”, comemora o presidente da Associação, Eradi Antonio Buss Dutra.

Programação para todo o ano – O Plano Anual de Atividades do Centro prevê uma série de atividades. Eradi adianta que estão previstas 12 apresentações de teatro, incluindo dança; dez espetáculos de música – erudita, instrumental e coral; dez exibições de cinema e cerca de 18 oficinas de teatro, dança, artes, canto, percussão e música instrumental.

“Temos um projeto que irá envolver todas as instituições de educação do município: o Festival de Esquetes Teatrais de escolas públicas e privadas”, diz o presidente. Para ele, são dois os grandes desafios daqui pra frente: formar público e captar recursos para viabilizar as atividades do Centro.

 

Comentários