22/08/2023
Região Segurança

Pitanguense morre após ser pisoteada por touro na Vila Nova dos Alemães

Trata-se de Neloir Blasio Hobold. Ela trabalhava como agricultora e foi atacada por um touro no fim da tarde desse sábado (11)

Neloir Blasio Hobold (Foto: Reprodução/Facebook)

Uma mulher de 47 anos morreu após ser pisoteada por um touro em Pitanga nesse sábado (11). Conforme a Polícia Militar, uma médica comunicou a equipe por volta das 20h sobre o ocorrido. Ela afirmou que a vítima havia dado entrada no Hospital Santo Antônio de Manoel Ribas, já sem sinais vitais.

De acordo com o relato, a mulher teria sido pisoteada por um gado na propriedade dela. A médica afirmou que a equipe do hospital fez procedimentos para reanimação, mas não teve êxito. No local, os policiais conversaram com os familiares, que confirmaram a situação. Eles disseram que tentaram socorrer a vítima, mas ela morreu no caminho para o hospital.

Diante dos fatos, a equipe da PM entrou em contato com a Polícia Judiciária e houve acionamento do Instituto Medico Legal (IML) de Ivaiporã, que recolheu o corpo por volta da 0h deste domingo (12). Conforme informações compartilhadas nas redes sociais, trata-se da pitanguense Neloir Blasio Hobold.

Neloir morava na Vila Nova dos Alemães, era agricultora e foi atacada por um touro enquanto trabalhava. Ainda não há informações sobre horário e local do velório e sepultamento.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Mayara Maier

Jornalista

Jornalista, 24 anos, formada pela Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro) há dois anos. Escreve sobre conteúdos diversos e é responsável pela cobertura de jogos do Clube Atlético Deportivo (CAD), equipe masculina de futsal em Guarapuava.

Relacionadas


Warning: Undefined array key 0 in /home/redesuld/public_html/wp/wp-includes/class-wp-query.php on line 3738

A missão da RSN é produzir informações e análises jornalísticas com credibilidade, transparência, qualidade e rapidez, seguindo princípios editoriais de independência, senso crítico, pluralismo e apartidarismo. Além disso, busca contribuir para fortalecer a democracia e conscientizar a cidadania.