Prefeito em exercício garante reajuste para servidores em Pinhão

Prefeitura de Pinhão chama Sindicato para debater reajuste salarial. Nova agenda no dia 6 de fevereiro vai definir índice do reajuste do funcionalismo

Prefeito em exercício, Beraldo Amaral e sindicalistas (Foto: Ascom/Prefeitura de Pinhão)

O funcionalismo público de Pinhão terá reajuste salarial. Esse foi o compromisso assumido pelo prefeito em exercício, Beraldo Amaral, em reunião com o presidente do Sindicato dos Funcionários Municipais de Pinhão, Albino Ricardo. O encontro foi nesta sexta (10), agendado pela administração. De acordo com a Assessoria de Comunicação da Prefeitura (Ascom), essa foi a primeira reunião para debater o tema, já que janeiro é o mês da data-base do funcionalismo.

Sem apresentar uma proposta do Sindicato para o reajuste, mas apenas para ouvir a posição oficial,  porém, Albino saiu do encontro com o compromisso da Prefeitura de que a categoria terá reajuste. Para debater o índice, Amaral solicitou uma nova reunião com o  Sindicato.

De acordo com o Amaral, ficou para 6 de fevereiro, data em que já será possível ter em mãos um levantamento sobre o índice de reajuste. Conforme o prefeito em exercício, o impacto sobre a folha de pagamento também estará calculada. Conforme a Ascom, a administração vai saber qual a condição que terá para conceder o reajuste e o pagamento de progressões já em fevereiro. É que nessa data, a administração municipal já terá concluído a prestação de contas de dezembro do ano passado.

“A nossa equipe de governo está focada nisso, são pequenos detalhes, mas que precisamos aguardar para anunciar de forma oficial o reajuste dos nossos valorosos servidores. Ressalto que as previsões são bastante promissoras e favoráveis e o que eu posso dizer agora é que o reajuste está garantido”. Será retroativo a janeiro.

Líder sindical, Albino Ricardo e o prefeito em exercício Beraldo Amaral (Foto: Ascom/Prefeitura de Pinhão)

MIGRAÇÃO DO SISTEMA

De acordo com a Ascom, a  administração está passando por uma migração do sistema financeiro e administrativo. “Isso atrasou a prestação de contas do mês de dezembro de 2019. A previsão é de que logo após o dia 20 de janeiro o sistema já esteja implantado e a contabilidade possa ser concluída. Assim teremos números reais para saber os impactos que a folha de pagamento sofrerá com o reajuste e os avanços”, disse o assessor de Comunicação Josias ao Portal RSN.

Ainda no encontro, Albino levantou a necessidade de uma comissão para rever o pagamento de horas extras dos servidores. O sindicalista também sugeriu a implantação de uma equipe de Recursos Humanos. De acordo com Albino, o RH seria responsável pela análise de atestados médicos apresentados pelos servidores e melhorias em alguns ambientes de trabalho.

OUTRAS REPOSIÇÕES

Em 2017, primeiro ano da atual administração, foram concedidos 6,58% de reposição com um ganho real de 2%. Conforme informações do próprio Sindicato, esse percentual foi uma perda registrada em 2016. Em 2018 houve a reposição de 4,95% com impacto de R$ 180 mil na folha de pagamento e em 2019, o reajuste foi de 3,75%.

OS AVANÇOS

A administração municipal paga rigorosamente em dia os salários dos servidores, os avanços de carreira, equivalente a 5% a cada cinco anos de serviço. Além dos adicionais de 2% a cada dois anos, inclusive com antecipação da primeira parcela do décimo terceiro salário, como ocorreu no ano de 2019.

PREOCUPAÇÃO

As mudanças do sistema previdenciário propostas pelo governo federal preocupam a administração municipal. Pouca gente sabe, mas as alterações devem aumentar a contribuição por parte dos servidores. Assim, o município também deverá pagar mais, causando grande impacto na folha salarial do município. Além disso, o governo federal ainda propõe congelamento de salários, coisa que a gestão não pretende fazer.

Leia outras notícias no Portal RSN.

 

 

Relacionadas

DESTAQUE

Aliel Machado recebe indicação para 'Prêmio Congresso em Foco'

AGORA FOI

Bolsonaro anuncia Milton Ribeiro como novo ministro da Educação

DESENVOLVIMENTO

Novo contorno rodoviário consolida Pato Branco como polo do Sudoeste

Comentários