‘Primeiro Duelo Irmãos do Bem’ arrecada fundos para o Santa Tereza

Iniciativa de grupo de amigos promove uma série de atividades desde esta sexta (6) até domingo no CTG Fogo de Chão em Guarapuava

Atividades do “1º Duelo Irmãos do Bem”tiveram início nesta sexta (6) (Foto: Reprodução/Ascom)

Uma série de atividades promovidas no CTG Fogo de Chão em Guarapuava deve arrecadar fundos para auxiliar o Hospital Santa Tereza em Guarapuava entre esta sexta (6) e domingo (8). Um grupo de amigos da instituição promove o “1º Duelo Irmãos do Bem”.

De acordo com assessoria do hospital, o grupo é composto por empresários, sociedade civil, laçadores, funcionários e diretores do hospital. Toda a organização ocorre de forma voluntária. E mais de 200 laçadores de todo o Brasil marcam presença nas atividades. Conforme Renan Maneira que faz parte do grupo de amigos, o desejo surgiu após uma conversa onde todos viram a necessidade de ajudar.

“Nosso grupo é envolvido com ações voluntárias e a partir daí pensamos que poderíamos fazer uma ação maior para arrecadar recursos que pudessem ajudar o hospital que presta um serviço importante para nossa comunidade”.

O fim de semana, será marcado por shows, rodeios. Além de brinquedos infláveis, praça de alimentação. O domingo (8) será marcado por um almoço em comemoração ao Dia Internacional da Mulher. Os ingressos custam R$ 35 e o cardápio é uma costelada.

Imagem principal

(Imagem: Reprodução/Ascom)

A INSTITUIÇÃO

O Hospital Santa Tereza é uma instituição filantrópica, que atualmente destina 93% dos seus atendimentos para pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) de Guarapuava e Região. De acordo com a assessoria do hospital, esta é uma das causas das dificuldades financeiras. Isso por conta da baixa remuneração dos serviços praticada pelo SUS.

Ainda conforme a assessoria, os valores recebidos pelos serviços não satisfaz o total das despesas com suprimentos, tributos, energia, manutenção e outros. Além disso, o Hospital Santa Tereza é referência em Gestação de Alto Risco para a Região. Tal potencial colabora para um grande volume de recém-nascidos com diversos tipos de complicações, que ficam internados por períodos longos na UTI Neonatal.

Ainda, a instituição é referência em Trauma e Ortopedia. Por isso, grande parte dos acidentados da Região são encaminhados para atendimento. O administrador do hospital, Francisco Carlos Cogo, falou sobre a estrutura física da instituição.

O hospital tem uma excelente estrutura física, mas falta manutenção predial, melhoria nos equipamentos, camas, colchões, enxoval e outros itens que são imprescindíveis para oferecer mais segurança e conforto aos pacientes.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

TURISMO RELIGIOSO

Caminho da fé: estações da Via Sacra estão em fase final de construção

SONHO REALIZADO

Governo regulamenta terras de pequenos produtores em Candói

SOLIDARIEDADE

Cantor católico faz live beneficente no sábado (18) em Guarapuava

Comentários

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com