Salário de dezembro já está na conta dos servidores estaduais

Governador Carlos Massa Ratinho Junior destaca que a antecipação do pagamento é possível graças ao cuidado com as contas públicas

A despesa mensal com servidores do Governo ultrapassa os R$ 1,83 bilhões (Foto: AENPr)

O Governo do Paraná depositou o salário do mês de dezembro, que já está na conta dos servidores, aposentados e pensionistas do Estado. O 13º salário já havia sido pago em 4 de dezembro, injetando R$ 3,7 bilhões na economia do Paraná.

Normalmente, os vencimentos do funcionalismo são liberados no último dia útil do mês. De acordo com o governador Carlos Massa Ratinho Junior, a antecipação do pagamento é possível graças ao cuidado com as contas públicas. “O corte de despesas e a reforma administrativa permitiram que o governo chegasse ao fim do ano com o caixa organizado, em um momento em que muitos estados têm dificuldade em pagar o salário em dia”, disse.

Assim, a gratificação atende principalmente o magistério estadual, maior quadro da administração pública do Paraná.  O Estado tem cerca de 300 mil servidores ativos, pensionistas e aposentados, com uma folha salarial mensal de R$ 1,83 bilhão. Além dos vencimentos do mês, também se soma à folha o pagamento o terço de férias dos funcionários que têm direito ao benefício.

REFORMAS

Para reduzir despesas de custeio, o governo estadual está adotando várias medidas. Além disso, a primeira fase da reforma administrativa reduziu o número de secretarias de 28 para 15 e eliminou 339 cargos. Agora está em andamento a segunda fase do processo, que tem como foco a fusão e reestruturação de autarquias.

No Sistema Estadual de Agricultura a proposta prevê a fusão do Instituto Paranaense de Assistência técnica e Extensão Rural (Emater), do Centro de Referência em Agroecologia (CPRA), da Companhia de Desenvolvimento Agropecuário do Paraná (Codapar) e do Instituto Agronômico do Paraná (Iapar) num único órgão, que se chamará Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná.

Entretanto, na área do meio ambiente, também haverá integração de órgãos. A proposta é a criação do Instituto de Água e Terra, que integra o Instituto Ambiental do Paraná (IAP), o Instituto de Terras, Cartografia e Geologia do Paraná (ITCG) e o Instituto das Águas do Paraná.

QUADRO

O governo estadual também equacionou a reposição salarial de 2019, com a primeira parcela de 2% liberada em janeiro de 2020. No total, o Estado vai pagar 5,08% de reajuste.

Além disso, a atual gestão colocou em andamento concursos públicos para seleção de 2.560 policiais militares, 400 policiais civis (50 delegados, 50 papiloscopistas e investigadores), 96 peritos e médicos para a Polícia Científica, 1.269 agentes de cadeia, 400 profissionais da Saúde, 80 para a Agência de Defesa Agropecuária e 988 professores.

Também estão previstos concursos para contratação de servidores para o Quadro Próprio do Poder Executivo (QPPE), que inclui profissionais para a Administração Direta, para o Instituto Ambiental do Paraná (IAP), Departamento de Estradas de Rodagem (DER), Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (Ipardes) e para o Teatro Guaíra.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

CULTURA

Inscrições para curso de preservação de livros estão abertas

GOSTOU

Ratinho Júnior elogia decisão de Bolsonaro em rede social

MERCADO DE TRABALHO

Guarapuava fecha Dezembro com saldo positivo, diz Caged

Comentários