Teste rápido comprova coronavírus em paciente de Pinhão

Paciente está internado em Guarapuava desde o dia 31 de março e não viajou nos últimos dias. O Setor de Epidemias de Pinhão acendeu o sinal de alerta

Teste rápido comprova coronavírus em paciente de Pinhão (Foto: NIAID/Fotos Públicas)

O resultado positivo para o coronavírus do paciente que está internado em Guarapuava acendeu o sinal de alerta no município de Pinhão. De acordo com o Setor Epidemiológico do Município, um paciente de 37 anos, deu entrada no Hospital Santa Cruz no dia 31 de março, com sintomas de coronavírus. Assim, ele precisou ser transferido para Guarapuava onde encontra-se internado.

Porém, nesta sexta (3), com a chegada de kits para exames rápidos, foi feita a coleta de material e o exame deu positivo para a doença. Entretanto, o resultado oficial pelo Laboratório Central do Paraná ainda não está pronto. Portanto, não vai constar como caso confirmado no boletim da Secretaria de Estado da Saúde.

Contudo, como precaução, a Secretaria de Saúde de Pinhão emitiu um alerta epidemiológico. Assim, todas as pessoas que tiveram contato nos últimos dias com esse paciente devem comunicar à Saúde o mais rápido possível. Além disso, o principal é se manter em quarentena com todas medidas preventivas previstas pelo protocolo contra o coronavírus. O mesmo alerta continua válido para toda a população.

CONTÁGIO COMUNITÁRIO

Conforme as informações recebidas pelo Portal RSN, o paciente que está internado em Guarapuava, não saiu do município nos últimos dias. Porém, ele trabalha numa empresa de grande porte que possui escritórios em outros municípios e estados. Incluí-se aí, locais onde há casos confirmados de coronavírus.

Como o fluxo de pessoas na empresa é alto, há uma grande possibilidade do paciente ter contraído a doença pelo contato com outra pessoa. De acordo com a assessoria de imprensa da prefeitura, a Saúde já entrou em contato com a empresa que está tomando as medidas cabíveis à prevenção. Por fim, também será feita a investigação para identificar qual foi a origem da contaminação.

Leia outras notícias no Portal RSN.

 

Relacionadas

LATROCÍNIO

Ossada de homem desaparecido desde maio é encontrada em Candói

REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA

Assentamentos da Região recebem contratos de concessão de uso

METROPOLITANO

DER seleciona empresa para assumir duas linhas na Região

Comentários

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com