22/08/2023
Em Alta Esportes Guarapuava

Tuanne laça os desafios e se torna bicampeã brasileira

Tuanne Haeffner começou a laçar aos 13 anos, inspirada na mãe Marilise, já falecida. Hoje ela continua fazendo história pelos campeonatos do País

Tuanne laça desde os 13 anos (Foto: Reprodução/Arquivo pessoal)

A ‘prenda’ que começou a laçar aos 13 anos de idade, hoje é bicampeã brasileira de laço comprido. Tuanne Haeffner, também está entre os sete melhores laçadores e laçadoras na geral do ‘Braço de Ouro’. Trata-se de uma modalidade que reúne os campeões e campeãs de todas as modalidades.

Tendo a mãe Marilise, já falecida, como referência, Tuanne não se deixa intimidar quando entra numa arena. Afinal, em 2022, as duas, mãe e filha, sagraram-se campeãs brasileiras no Laço Comprido numa disputa em Crisciúma (SC). “Nesse mesmo ano, em dezembro, ganhei o paranaense em Ivaí no Paraná, na modalidade equipe de prendas”.

De acordo com Tuanne, essa conquista lhe deu o passaporte para representar o Paraná na modalidade ‘dupla de prendas’. O Brasileiro, ocorreu em Irati, em julho de 2023. “Ganhei o primeiro lugar do laço em dupla de prenda me tornando a atual bicampeã brasileira de laço comprido. Sou a sétima melhor do Brasil na geral do Braço de Ouro que é uma modalidade que disputa todos os campeões de todas as modalidades”.

O COMEÇO JÁ COM VITÓRIA

Inspirada na memória da mãe, conforme disse Tuanne, ela competiu pela primeira vez aos 14 anos, teve a primeira vitória já na segunda competição da trajetória esportiva. “No meu segundo paranaense já fui a terceira melhor prenda do Estado conquistando vaga para meu primeiro brasileiro ao 16 anos.”

Conforme ela disse, as conquistas sempre são com muito esforço e dedicação aos treinamentos e às competições. “Sempre tive o apoio da RSN, com o famoso ‘paitrocínio’ e apoio do projeto Pró-Esportes da Secretária de Esportes de Guarapuava, que é a minha cidade e que defendo com tanto orgulho”.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Cristina Esteche

Jornalista

Relacionadas

A missão da RSN é produzir informações e análises jornalísticas com credibilidade, transparência, qualidade e rapidez, seguindo princípios editoriais de independência, senso crítico, pluralismo e apartidarismo. Além disso, busca contribuir para fortalecer a democracia e conscientizar a cidadania.