Uma história que merece ser contada

Conheci o Creofas há anos, quando ele ainda era um menino que vivia pelas ruas de Guarapuava. Porém, reencontros mostram que o menino cresceu

Creofas (Foto: Reprodução/TSE)

Há histórias de vida que merecem ser contadas. Uma delas é a do micro-empresário e serralheiro Creofas Francisco dos Santos, de 38 anos. Conheci bem de perto boa parte da infância de Creofas. Ele era um dos meninos em situação de rua, atendido pela extinta Fundação do Bem-Estar do Menor (Fubem). Assim, fazia parte de um dos projetos sócio-educativo de grande sucesso na gestão do ex-prefeito Cesar Franco.

Entretanto, o menino que vivia pelas ruas de Guarapuava, cresceu e encontrou rumo. Soube disso quando o reencontrei muitos anos depois. Eu procurava alguém que fosse metalúrgico e quando fui ao local indicado, o Creofas estava lá. Era o dono do empreendimento, casado e pai.

Tempos depois, ainda na gestão do ex-prefeito Fernando Ribas Carli, durante decoração no Parque do Lago para o espetacular ‘Coral dos Anjos’ lá estava o Creofas. Os ‘anjos’ iluminados que davam vida ao parque eram confeccionados por ele.

E agora, anos depois, o reencontro novamente, mas de forma virtual. E me surpreendi ao ver que o pequeno Creofas continuou crescendo. Se não em tamanho, como pessoa, como profissional. Driblando os percalços da vida, dando rasteiras e se esquivando das dificuldades – como bom capoeira que um dia foi – Creofas agora é candidato a vereador. EStá aí uma história que desejo continuar contando, como exemplo de garra, de superação, de cidadania.

RUMO AO DÉCIMO MANDATO

Elcio Melhem (Foto: arquivo/RSN)

O vereador Elcio Melhem, de Guarapuava, busca retornar à Câmara pela 10ª vez. Se conseguir a reeleição ele ‘caminha’  para 40 anos como vereador. Durante os últimos mandatos, a partir do ex-prefeito Fernando Ribas Carli, Melhem responde pela liderança da base governista. Oriundo do antigo PLF, Melhem agora compõe as fileiras do ‘Podemos’. Ele trocou o PP pelo partido liderado no Paraná pelo prefeito Cesar Filho, no ‘apagar das luzes’ do prazo previsto para tal.

LEI DA FICHA LIMPA INDEFERE CANDIDATURAS

(Imagem Ilustrativa)

A base de registros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) mostra que 1.001 candidatos ‘fichas sujas’  estão de fora das eleições deste ano. De acordo com o TSE, a maioria, ou seja, 840, buscavam vaga de vereador. Já para prefeito somam 115 e vice-prefeito são 46. Conforme o TSE, pela Lei da Ficha Limpa estão proibidos a concorrer a cargos públicos candidatos condenados por decisão transitada em julgado ou por órgãos colegiados da Justiça. Entretanto, há aqueles que insistem em participar do jogo, não aceitando a decisão judicial. Entrar com recurso é uma das estratégias usadas durante o processo eleitoral. Entretanto, o candidato pode até concorrer, mas cabe ao eleitor ter o discernimento na hora de votar.

Leia outras notícias no Portal RSN

 

 

Relacionadas

ELEIÇÕES

Mabel Canto descarta apoio do PT no segundo turno em Ponta Grossa

Esquerda disputa a maior capital da América Latina

Na prefeitura de Bituruna a transição começou um dia após as eleições

Comentários