Adaptação do clássico ‘Vidas Secas’ será apresentada em Guarapuava

Peça será apresentada neste sábado (22), no teatro do Sesi. Entrada é gratuita

(Foto: Divulgação)

Um espetáculo para comover e encantar será mostrado no auditório do Sesi em Guarapuava, neste sábado (22), às 20h. Esta é a primeira vez no Paraná que a companhia ítalo-brasileira Caravan Maschera apresentará uma surpreendente adaptação do clássico “Vidas Secas”, de Graciliano Ramos, por meio de bonecos, máscaras e pouco diálogo. A peça imagética transforma os signos, os significados e os sentidos do contexto atual e histórico da seca, da angústia e da esperança do sertanejo. O projeto, selecionado por meio de edital, integra o Circuito Cultural do Sesi Paraná, iniciativa do Sesi Cultura Paraná, com foco na difusão de espetáculos de artes cênicas e música.

O espetáculo não pretende “ilustrar” a temática da clássica obra de Graciliano Ramos, e sim estabelecer um diálogo entre a interpretação subjetiva do público e os sentimentos e sensações que o livro passa. Neste ano, “Vidas Secas” comemora 80 anos de existência e está entre as obras literárias para os vestibulares de 2018. De acordo com a montagem do texto, o sertanejo Fabiano, protagonista do romance, é um homem seco, rude e de pouca habilidade na fala. É essa aridez de recursos de comunicação que é transposta para a montagem de bonecos e máscaras.

Durante o espetáculo, encontram-se referências à obra “Os retirantes”, de Candido Portinari, e às fotografias da série “Gênesis”, de Sebastião Salgado. A história dos retirantes é montada em paisagem poética, dando aos símbolos a missão de transmitir as sensações da secura do sertão.

As entradas serão gratuitas, com opção de ingresso solidário e doação espontânea de 1 kg de alimento não perecível. Porém, o ingresso deverá ser retirado apenas uma hora antes do espetáculo no próprio Sesi. A lotação é limitada em 94 lugares.

Relacionadas

MÚSICA

Bruna Thimoteo lança o single 'A benção da travessia'

IMAGEM

Matysiak concorre ao 'Oscar da Fotografia' com foto polêmica

DANÇA

Bailarinos de Guarapuava participam de festival on-line

Comentários