Dizem que avós são pais duas vezes. Será mesmo?

Depoimentos durante homenagem no Colégio Aliança são a resposta

Meninas e os anos 80 (Foto: Orlando Silva/RSN)

Dizem que os avós são pais duas vezes, com mais tempo e mais mimos para dar. E é isso mesmo. Essa conclusão faz parte da conversa com avós de alunos da Arca de Noé, que integra o Colégio Aliança, em Guarapuava e que ensina 150 alunos entre 1 e 5 anos de idade. Foram eles que reviveram momentos dos anos 60, 70 e 80, usando acessórios que marcaram essas décadas e dançando as principais músicas que foram os hits dessas décadas, numa homenagem aos avós.

Homenagem (Foto: Orlando Silva/RSN)

O evento, realizado na tarde dessa quarta feira (1), visou uma homenagem ao Dia das Avós, marcado no calendário brasileiro e português como sendo o dia 26 de julho. Essa data foi escolhida em razão da comemoração do dia de Santa Ana e São, pais de Maria e avós de Jesus Cristo.

Na festa do Colégio Aliança, os avós foram recepcionados com chá e biscoitos. Em seguida, brincadeiras e sorteios, antecederam a homenagem dos pequenos.

A empresária Mônica Casagrande era um sorriso só. Avó de Lara, de dois anos e meio, e de Rafaela, cinco meses, para Mônica essa condição representa a sua própria superação.

Mônica Casagrande (Foto: Orlando Silva/RSN)

“É você olhar pra si mesma, para sua vida e ver que conseguiu superar obstáculos, que seus filhos cresceram, venceram e que na vida louca que você teve e que ainda tem, você conseguiu fazer uma coisa realmente boa, que você se superou e que os seus netos serão a continuidade da sua família”.

Cleri Becker Mattos Leão (Foto: Orlando Silva/RSN)

Emocionada, a também empresária Cleri Becker Mattos Leão, diz que ser avó é “a doçura do meu entardecer. É reeditar a minha história e de colocar em prática, com os meus netos, tudo aquilo que meus filhos me ensinaram. Eles foram os meus professores”.

Marilda e Gilberto Saciloto (Foto: Orlando Silva/RSN)

Para o médico Gilberto Saciloto e a esposa Marilda, ser avó é “mexer com o coração. “Temos três netos: Gabriela (21), Pedro (6) e Júlia (4)”.

Lucca, Amaury e Glaci Pissaia (Foto: Orlando Silva/RSN)

Amaury e Glassi Pissaia também formam receber a homenagem do neto Lucca, a quem consideram um “presente de Deus”.

Leon (Foto: Orlando Silva/RSN)

Vestindo jaqueta de couro preta, óculos ao estilo The Beatles, Leon Esteche Korocoski e muito suinge, não coube em si de tanta alegria ao ver o “vuvu” Orlando e a “vovinha” Cristina. “Eu ti amo vuvu. Você é fofinho. Eu ti amo vovinha, você é fofinha”, não se cansava de repetir. Avós de Lorenzo (16), Sophia (10), Thales (8) e Leon (5), para eles, os netos são a razão para se viver e ser muito feliz.

Cristina Esteche, Leon Esteche Korocoski, Orlando Silva e o amiguinho Luciano (Foto: RSN)

Relacionadas

CULTURA E ARTE

Felchak vai abrir inscrições para quem deseja fazer arte

LAZER

MON terá oficina de construção de brinquedos neste domingo

CULTURA PARANAENSE

Férias no Museu Paranaense valorizam povos originários do Paraná

Comentários