Guarapuava receberá projeto itinerante do MON

Museu Oscar Niemeyer vai trazer obra de Antonio Arney para a região central do Paraná

No dia 13 de junho Guarapuava vai receber obras da exposição “Estruturas e Valores” do artista paranaense Antonio Arney. A mostra, que é um recorte da que foi apresentada no Museu Oscar Niemeyer, será montada pelo MON no dia 13 de junho, no Centro de Artes Iracema Trinco Ribeiro.

Segundo a diretora-presidente do museu, Juliana Vosnika, o objetivo é levar um pouco do que é apresentado para outros espaços expositivos do Estado do Paraná:

Nossa ideia é chegar mais perto das pessoas e permitir o acesso a quem não pode estar fisicamente no MON.

A longa e consistente trajetória de Antonio Arney no meio cultural artístico paranaense é destacada por uma das responsáveis pela curadoria da mostra, Eliane Prolik. “Arney contabiliza 60 anos de atuação, conhecimento e experiência. Sua obra é viva e pulsante, mantendo-se atual aos 93 anos de idade do artista”, comenta.

Fazem parte da exposição itinerante cinco obras que utilizam como técnica colagem, relevo e pintura, além do vídeo “Colmatagem”, de Eliane Prolik e Larissa Schip. As pinturas com colagens em madeira de Arney herdam aspectos da arte construtiva e unificam elementos geométricos a materiais usados e de rejeitos, trazendo uma discussão atual sobre a sustentabilidade, arquitetura, memória.

(Foto: Divulgação/MON)

As colagens em madeira nos falam de um mundo construído em respeito à natureza. “Aquela advinda das árvores, do saber agregar elementos e valores da vida: a paisagem, a cidade, os outros, a casa ou uma arquitetura social ampla”, diz Eliane.

Em seu papel de artista, Arney aponta novos significados, potências e descobertas, fazendo refletir sobre o reuso, a sustentabilidade, a reciclagem e a importância da memória das coisas e do tempo, todos temas essenciais e atuais. A curadoria da exposição também é assinada por Adolfo Montejo Navas.

SOBRE O ARTISTA

Antonio Arney nasceu em 1926, em Piraquara, Região Metropolitana de Curitiba. Artista autodidata, aprendeu o ofício de marcenaria com seu pai. Sua longa trajetória profissional começou em Curitiba, desde o final dos anos 1950, com a participação no Círculo de Artes Plásticas. Em seu currículo constam inúmeros prêmios, sendo oito premiações no Salão Paranaense. Participou de importantes mostras nacionais e internacionais como: I e II Panorama de Arte Atual Brasileira – MAM/SP (1969 e 1970); XI Bienal Internacional de São Paulo (1971); Brasil Plástica 72; I e III Salão Nacional de Artes Plásticas (1978 e 1980), no Rio de Janeiro. Recentemente, realizou as individuais “Estações”, no Museu de Arte Sacra de Curitiba (Masac); “Outra Coisa”, no Museu de Arte (Musa)/UFPR, e “O Poeta e o Marceneiro”, na Galeria Boiler (Curitiba). Participa atualmente da exposição “Luz ≅ Matéria”, com obras do acervo do MON, em Curitiba.

SERVIÇO
Exposição “Estruturas e Valores” – Antonio Arney
Período expositivo: 13 de junho a 28 de julho
Centro de Artes Iracema Trinco Ribeiro – Guarapuava

 

Relacionadas

CULTURA E ARTE

Felchak vai abrir inscrições para quem deseja fazer arte

LAZER

MON terá oficina de construção de brinquedos neste domingo

CULTURA PARANAENSE

Férias no Museu Paranaense valorizam povos originários do Paraná

Comentários