Saga de ‘Game of Thrones’ chega ao fim

Fenômeno mundial, GOT termina com gosto amargo para muitos fãs

*Contém spoiler

(Foto: Reprodução/HBO)

Chegando devagar em meados de 2011, Game Of Thrones estreou no canal a cabo HBO, sem fazer barulho. A série baseada na coletânea de livros ‘A Song of Ice and Fire‘, de George R. R. Martin, chegou com muita qualidade e surpreendendo muita gente com uma história cheia de fantasia e política.

Nesse domingo (19) a série chegou ao fim depois de 9 anos e 8 temporadas. Terminou, mas deixou um gosto amargo para os fãs que esperaram ansiosamente para ver o desfecho da história e dos seus personagens favoritos.

(Foto: Arquivo Pessoal)

“O que mais chamava atenção para GOT (Game of Thrones) era o desenvolvimento dos personagens e os diálogos tão bem escritos. Basta ver o julgamento do personagem Tyrion na quarta temporada, que rendeu o Grammy de melhor ator coadjuvante para o Peter Dinklage. Foram momentos surpreendentes e emocionantes que começaram a conquistar cada vez mais fãs ao redor do mundo, principalmente pelo boca a boca da série”, afirma o supervisor de vendas, Luciano Marreiro Abilio.

(Foto: Reprodução/HBO)

Luciano lembra que todos que acompanharam a série, lembram dos fatídicos nonos episódios de cada temporada, que sempre traziam uma reviravolta e deixavam todos de boca aberta. um exemplo máximo foi o ‘casamento vermelho’, que ainda assombra muita gente.

Mas infelizmente a partir da sexta temporada as coisas começaram a mudar. A série se baseou nos livros até a quinta temporada, mesmo com algumas mudanças drásticas, mas que não afetavam diretamente a história. E na sexta temporada os produtores e roteirista decidiram não esperar os livros e seguir por conta própria.

Segundo o fã de GOT, a decisão não foi bem aceita por todos. Além de ficar mais previsível, não tinha aquele refinamento nos diálogos e no desenvolvimento dos personagens como existia antes. “Eles começaram a apressar as coisas e furos no roteiro começaram a aparecer. Com uma última temporada corridíssima, eles tentaram desenrolar duas guerras em seis episódios, sendo que poderiam ter feito em duas temporadas, ou em uma temporada mais longa”, afirma Luciano.

(Foto: Arquivo Pessoal)

Essas duas guerras dividiram muitas opiniões. A primeira agradou parte dos telespectadores. Alguns não concordam com a morte de um dos “principais” vilões da série, dizendo que foi muito fácil. Erika Leão, professora da rede municipal de Guarapuava também é uma fã incondicional de GOT, e concorda em partes:

Eu não achei de todo ruim a morte do Rei da Noite, o episódio em si não foi bom, foi mal montado e muito escuro, mas creio que as consequências deixaram favorável para a Arya matar ele. Ela foi treinada pra isso, pra ser silenciosa e certeira, por isso gostei de como ele foi morto.

Outro personagem central que surpreendeu negativamente, de acordo com Erika, foi Jon Snow. “O Jon foi uma decepção, não desenrolou nada a temporada inteira, tinha todo o potencial, mas ficava com cara de quem não tava entendendo nada, e o final foi decepcionante, uma cena de Romeu e Julieta que não emocionou ninguém.”

(Foto: Reprodução/HBO)

A desaprovação da segunda guerra foi quase consenso. Para muitos fãs como Luciano, o rumo que deram para a personagem principal foi rápido e sem justificativa.

Destruíram a Daenerys, ela teve um dos melhores arcos até a quinta temporada, de crescimento pessoal e como líder, e do nada, os roteiristas mudam o modo dela pensar e a transformaram em uma ditadora sem coração. Sem contar a morte da Cersei, que foi uma das melhores vilãs e merecia uma morte mais gloriosa.

Já a personagem Arya foi muito bem desenvolvida, afirma o fã. “Durante todas as temporadas sua evolução foi notável e na última acho que foi a única que não teve um declínio de desenvolvimento, surpreendeu a todos no terceiro episódio e se consagrou uma das personagens favoritas.”

(Foto: Reprodução/HBO)

Até uma petição está sendo feita pelos fãs mundo afora, para que a oitava temporada seja refeita. Até agora mais de 1 milhão e 200 mil pessoas já assinaram, pedindo que a HBO desenvolva melhor os personagens e faça uma temporada mais coerente.

A série infelizmente acabou. Quase uma década de emoções, de personagens excelentes que muitos fãs se identificavam e torciam. “Terminou com algumas surpresas de torcer o nariz, mas o legado da série vai permanecer por muito tempo pela qualidade que teve e claro, pelas séries derivadas que já estão confirmadas”, concluiu Luciano.

Relacionadas

CULTURA E ARTE

Felchak vai abrir inscrições para quem deseja fazer arte

LAZER

MON terá oficina de construção de brinquedos neste domingo

CULTURA PARANAENSE

Férias no Museu Paranaense valorizam povos originários do Paraná

Comentários