Overdose de cocaína pode ter matado presos, suspeita Polícia

Jonas Laskouski e Laffite Guimarães

Guarapuava – A Polícia Civil trabalha com duas linhas de investigação sobre a morte de dois detentos na 14a. SDP de Guarapuava. Os primos Felipe Augusto Silva e Nattanael Andrade dos Santos foram encontrados desacordados em uma cela no início da tarde dessa quinta (28). Após serem encaminhados para a Unidade de Pronto Atendimento do Batel, a suspeita foi confirmada: os dois estavam mortos.

O delegado adjunto Alysson de Souza conversou com a imprensa na manhã dessa sexta, após um adolescente ter sido apreendido na tarde dessa quinta, tecendo comentários caluniosos contra a polícia, através do Facebook. O adolescente, que já foi liberado, levantou a suspeita de que a comida dos detentos poderia ter sido envenenada, mas a hipótese foi descartada pelos investigadores. Detalhes na reportagem da RedeSul TV.

Segundo Alysson, há duas suspeitas. Uma delas sugere esganadura e a outra, que os dois detentos teriam sofrido uma overdose por uso de cocaína. Como noticiou a RedeSul nessa sexta, somente o laudo do IML (Instituto Médico Legal) é que vai determinar a causa da morte dos dois rapazes. O material recolhido pelos peritos já foi enviado para Curitiba.

Felipe Augusto Silva Andrade, de 19 anos e Nattanael Andrade dos Santos, de 18, haviam sido presos no sábado (23), junto com mais dois indivíduos. Após uma denúncia, a polícia encontrou os quatro homens escondidos numa casa no Jardim das Américas e com eles, quatro armas. Eles foram encaminhados à 14a. SDP onde foram presos por porte ilegal de armas. Um deles havia dado entrada na UPA do Batel no mesmo dia, ferido por um tiro de raspão no braço. 

 

 

MAIS VÍDEOS

Comentários