1º caso de morte por tétano do ano é registrado na região de Guarapuava

Morte de morador de Pinhão foi confirmada pela 5ª Regional de Saúde

(Foto: Divulgação)

A 5ª Regional de Saúde com abrangência de 20 municípios da região de Guarapuava, confirmou na tarde desta sexta (8), a primeira morte por tétano este ano. José Antônio Lopes, de 58 anos, era morador da área rural de Pinhão e morreu por volta das 8h30, no Hospital Santa Tereza em Guarapuava.

De acordo com informações da equipe médica da instituição, o paciente estava internado desde o último domingo (3), e já chegou ao hospital em estado gravíssimo. A enfermeira responsável pelo setor de controle de infecções e vigilância epidemiológica do Hospital, Ana Cláudia Gomes de Assis, informou que o paciente veio encaminhado do Hospital Santa Cruz de Pinhão e apresentava “contrações musculares e estava entubado. Ele recebeu todo o protocolo de atendimento convencional e recebeu imediatamente, também o soro antitetânico”.

Conforme relatos da família à equipe médica e repassados ao Portal RSN, o homem teria se ferido na região do tornozelo cerca de 15 dias antes de procurar o atendimento, enquanto trabalhava. Segundo a esposa, José não tomou o reforço da dose da vacina preventiva do tétano recomendada a adultos no intervalo de 10 anos.

“A família nos informou que eles tentaram inicialmente, os tratamentos caseiros com pomadas e no dia 1 de fevereiro, viram o trismo [contração dolorosa da mandíbula], que é um dos sinais sugestivos do tétano e procuraram o médico em Pinhão”. O corpo de José Antônio Lopes foi encaminhado à Central de Triagem de Guarapuava e liberado. O sepultamento será amanhã (9), às 10h, em Pinhão.

VACINAÇÃO PINHÃO

O enfermeiro responsável pela imunização em Pinhão, Samoel Ribeiro informou que em 2018 não houve casos da doença no município. Em Pinhão, a vacina está disponível na sala central de imunização, na sede da Secretaria de Saúde. O horário de funcionamento é das 9h às 11h30 e das 13h às 16h30. Para se imunizar vacinar é preciso ter em mãos o cartão do Sistema Único de Saúde (SUS) e a carteira de vacinação.

(Imagem: Reprodução/Cobertura da 5ª Regional de Saúde)

A Secretaria de Saúde do Paraná informou que nos 20 municípios de abrangência da 5ª Regional de Saúde, o registro de casos de tétano é baixo, varia de um a dois por ano. Mas nem por isso, a população deve descuidar com a vacina. Em Guarapuava, a vacina está disponível em todas as unidades de saúde. De acordo com a Secretaria de Comunicação da prefeitura, a vacinação deve ser feita em três doses, com intervalo de 60 dias entre as doses.

A vacina de tétano é recomendada para crianças acima de sete anos, adultos e idosos. Segundo o calendário de vacinação da Secretaria de Saúde do Paraná, adolescentes, adultos e idosos devem receber reforço a cada 10 anos. Em caso de ferimentos graves, a cada cinco anos.

Relacionadas

EQUIDADE

Pesquisa de professora da Unicentro é base para PLP que trata de equidade na política

GUARAPUAVA

Tropeada homenageia morador do distrito do Guará, em Guarapuava

PROGRAME-SE

2º Baterasso ocorre neste domingo (24), no Shopping Cidade dos Lagos, em Guarapuava

Comentários