90% dos curitibanos pedem cassação do mandato de Carli Filho

Guarapuava – Uma pesquisa encomendada e divulgada pela Gazeta do Povo mostra que nove entre 10 pessoas em Curitiba são favoráveis à cassação do mandato do deputado estadual Fernando Carli Filho (PSB).
O motivo foi o envolvimento do deputado de Guarapuava no acidente que matou Gilmar Yarede e Luis Murilo Almeida na madrugada do dia 7 de maio deste ano na capital do Estado.
A consulta popular mostra, porém, que a descrença do povo em relação à justiça é grande. Apenas cinco entre 10 consultados acredita que Carli Filho perderá o mandato.
O levantamento foi feito pelo Instituto Paraná Pesquisas a pedido da Gazeta do Povo.
O pedido para cassação do mandato do deputado do PSB – primeiro na história da Assembleia – foi protocolado pelo advogado Elias Mattar Assad, que representa os pais de Gilmar Rafael Yared. Há exatamente uma semana, o corregedor-geral da Casa, Luiz Accorsi (PSDB), encaminhou uma notificação a Carli Filho, internado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. Ele ganhou dez dias para apresentar defesa no processo.
Com base no que dirá o deputado e também nas investigações policiais é que o corregedor irá analisar o pedido que, após conclusão será encaminhado à Mesa Executiva da Assembleia e, posterormente, à Comissão de Ética da Casa. Somente 30 dias após o recebimento desse materila é que a Comissão deverá entregar um relatório recomendando ou não a cassação do mandato por quebra de decoro parlamentar.
(É que o deputado dirigia em habilitação desde julho de 2008 quando teve a carteira cassada, por excesso de multas).
Depois disso, o destino político de Carli Filho estará nas mãos dos deputados, uma vez que a decisão depende de votação em plenário. A votação é aberta.

Relacionadas

PARALISAÇÃO

Volta às aulas mobiliza sindicato para greve também na Região

VACINA DA COVID-19

Aliel cobra explicações sobre quantidade de vacinas destinadas ao PR

NOVA MEDIDA

TSE suspende consequências para quem não votou nas eleições de 2020

Comentários