22/08/2023
Em Alta Guarapuava Segurança

Adolescente e jovem se escondem na mata e assumem participação em roubo

Eles relataram que um homem também estava envolvido. Na casa do adolescente em Guarapuava, os policiais encontraram roupas usadas no crime

Adolescente e jovem se escondem na mata e assumem participação em roubo (Foto: Reprodução/Pixabay)

Um adolescente de 16 anos e um rapaz de 20 anos foram abordados pelo Choque da Polícia Militar (PM), após participarem de um roubo em Guarapuava. Nesse domingo (17), a PM recebeu o chamado que envolvia três pessoas. Durante o patrulhamento, a equipe do Choque encontrou dois dos suspeitos em uma Região de mata. Os policiais identificaram e localizaram as roupas utilizadas no crime na casa do adolescente. Além disso, um cartão de crédito foi encontrado.

A PM recebeu o chamado para verificar o roubo de um estabelecimento, no qual três pessoas estavam envolvidas. Durante o patrulhamento, a equipe encontrou os policiais do Choque, que já faziam buscas pelo bairro Vila Bela. Conforme as informações do boletim de ocorrência, o adolescente e o jovem estariam envolvidos e participaram da ação criminosa. No entanto, os policiais não encontraram o terceiro envolvido, que estaria com uma arma.

De acordo com os relatos da PM, os dois estavam andando em direção ao bairro Batel. Assim, a equipe adentrou na Região de mata e os ouviu gritando “perdemos, não estamos armados aqui, a arma foi jogada em outro lugar. Estamos com as mãos para cima”.

A polícia fez busca pessoal e não encontrou ilícitos, mas os retirou da mata e identificou os suspeitos. O rapaz de 20 anos estava com tornozeleira eletrônica. Quando questionados sobre o roubo, os dois abordados confirmaram que estavam presentes no crime e que o outro envolvido era também um homem. Eles relataram ainda que trocaram de roupa e que jogaram a arma no matagal.

BUSCAS

O Choque não localizou a arma, mas se deslocou à casa do adolescente e entrou em contato com a mãe dele, que recebeu todas as informações necessárias sobre o fato. Segundo os policiais, ela permitiu a busca na residência, onde os policiais encontraram as roupas utilizadas no crime, que estavam em cima da cama, bem como um cartão de crédito em nome de outra mulher.

O adolescente disse que não sabia a procedência do objeto. No entanto, ao consultar o sistema, os policiais descobriram que há boletins de roubo e furto em nome da pessoa do cartão. Por fim, a polícia foi à casa do jovem de 20 anos, entrou em contato com o padrasto dele e fez busca domiciliar, mas não encontrou ilícitos. Por fim, todos acabaram encaminhados à 14ª SDP.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Sabrina Ferrari

Jornalista

Graduada em Jornalismo pela Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro) em 2018. Mestre pelo Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Letras da Unicentro. Possui experiência na área de reportagem, com ênfase em textos mais voltados para cultura, moda, turismo e comportamento.

Relacionadas

A missão da RSN é produzir informações e análises jornalísticas com credibilidade, transparência, qualidade e rapidez, seguindo princípios editoriais de independência, senso crítico, pluralismo e apartidarismo. Além disso, busca contribuir para fortalecer a democracia e conscientizar a cidadania.