Agricultores da Alemanha visitam Agrária e FAPA e debatem rentabilidade da agricultura

Um grupo de 36 pessoas, entre agricultores e agrônomos alemães e professores da instituição Federação de Ensino Agrícola (Verband der Landwirtschaftlichen Fachbildung) visitou ontem a Agrária. A programação do grupo teve início num encontro com os diretores secretário, Norbert Geier, e financeiro, Arnaldo Stock, e com o gerente de cooperados, Roberto Sattler, no mini auditório. Os visitantes, dos estados de Baden-Württemberg (região de origem dos suábios), Bayern e Schleswig-Holstein, estiveram também o Museu Histórico de Entre Rios, onde conheceram a história dos suábios do Danúbio – etnia do fundadores da Agrária. À tarde, o grupo visitou a Fundação Agrária de Pesquisa Agropecuária (FAPA). Recepcionados pelo pesquisador Celso Wobeto, os alemães percorreram lavouras de experimento de cevada e debateram a produção agrícola no Brasil em geral, enfocando produtividade e rentabilidade.
Conforme contou um dos visitantes, Josef Keifler, a Federação de Ensino Agrícola, com 230 sócios, e filiais em toda a Alemanha, promove todo ano uma viagem ao exterior. O objetivo é dar aos participantes oportunidade de conhecer outras realidades da agricultura e da cultura dos países visitados. “Já havia o desejo de vir para o Brasil, antes de tudo porque o país é uma potência agrícola”. Segundo disse, os participantes da viagem, em sua maioria agricultores com formação técnica, optaram por conhecer a agricultura na Agrária, em vez de outras regiões rurais do país, como o estado de Mato Grosso, por considerarem que a estrutura de produção é mais parecida com a da Alemanha.

Fonte; Assessoria

Relacionadas

NUTRIÇÃO HUMANA

ONU estabelece 2021 como ano internacional das frutas e vegetais

COLHEITA FARTA

Produtor de cevada comemora colheita, qualidade e preço

CHAMADA PÚBLICA

Aberta chamada pública para agricultura familiar no Paraná

Comentários