Alep aprova Botão do Pânico para idosos

Lei de autoria de Cristina Silvestri é estendida agora para idosos

*Reportagem com áudio/Por Maria Eduarda Buchi/Alep

(Foto: Reprodução)

Os deputados estaduais aprovaram em segunda discussão o projeto de lei 499/17 que estende o chamado “botão do pânico” para idosos em situação de violência doméstica ou familiar. De autoria do deputado estadual Cobra Repórter (PSD), o objetivo é estender uso do Dispositivo de Segurança Preventiva, o “botão do pânico”, que foi criado para proteger mulheres que são potenciais vítimas da violência familiar e foi apresentado pela deputada Cristina Silvestri (Cidadania).

Em Guarapuava, porém, essa ferramenta ainda não pode ser implantada pela falta de guarda municipal. A carência vale também para o Botão do Pânico para mulheres que são vítimas de violência doméstica.

De acordo com o deputado Cobra Repórter, que preside na Alep a Comissão de Defesa dos Direitos da Criança, do Adolescente, do Idoso e da Pessoa com Deficiência, a intenção é ter mais uma ferramenta de proteção a essa população tão vulnerável, que é a idosa.

 

Relacionadas

COLÉGIO MILITAR

Anúncio do governador na segunda (26) gera expectativa em Guarapuava

NOVAS REGRAS

PRF informa sobre regras para quem vai passar pela Ponte da Amizade

PARCERIA

Aliel entrega veículo para entidade assistencial de Ponta Grossa

Comentários