Alunas da Unicentro ficam em segundo no Prêmio Caixa-Unochapecó de Jornalismo Ambiental

A reportagem “Falta de consciência ambiental e de políticas públicas impossibilita a reciclagem”, de autoria de Ádlia Chaves Tavares e Sheyla Joanne Horst, recém-formadas em Jornalismo na Universidade Estadual do Centro-Oeste do Paraná (Unicentro), ficou em segundo lugar, com nota 9,3 e premiação de R$ 2 mil, no III Prêmio Caixa-Unochapecó de Jornalismo Ambiental.

O prêmio, voltado à produção de reportagens para a web e que discute os riscos, impactos e sustentabilidade ambiental no Sul do Brasil, teve como vencedores, além das estudantes da Unicentro, a reportagem “Perdas de água: preocupação e novas tecnologias, tudo em prol do desenvolvimento sustentável”, das acadêmicas Caroline Gautério Leal e Graziela Mertens, da Universidade do Vale do Itajaí (Univali), que ficou em primeiro lugar com nota 9,4 e recebem a premiação de R$ 4,5 mil, e a reportagem “Alimergia: uma ação de sustentabilidade”, produzida por Clarissa Gabriela Gnhoatto Hermes e Letícia Sangaletti, do Centro de Educação Superior/Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), terceira colocada com nota 8,7 e um valor de R$ 1 mil.

Os prêmios serão entregues em evento no dia 18 de fevereiro, após o retorno dos estudantes e professores às aulas, quando acontece também o lançamento do IV Prêmio Unochapecó de Jornalismo Ambiental. No total, 25 reportagens concorreram ao prêmio.

Fonte: Unicentro

Relacionadas

PANDEMIA DA COVID-19

80ª morte por covid-19 é confirmada em Guarapuava

PANDEMIA

Saúde divulga Nota Orientativa sobre prevenção de variantes do coronavírus

MAIS CHUVA

Última semana de janeiro será de tempo instável em Guarapuava

Comentários