Alunos de Engenharia Civil da FG vencem concurso do CREA no Paraná

Vanderlei Trento e Lucas Kadlobick foram orientados pelo professor Elói Bareta Jr, em tema que contribui para manutenção de estradas

Alunos da Faculdade Guarapuava vencem prêmio do CREA no Paraná (Foto: Divulgação/FG)

Alunos do curso de Engenharia Civil da Faculdade Guarapuava (FG) venceram o Prêmio dos Melhores Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC) do CREA-PR em 2020. Esta premiação objetiva divulgar os melhores  TCC’s. E dessa forma valorizando o conhecimento técnico e científico das Engenharias, Agronomia e Geociências.

De acordo com Vanderlei Trento e Lucas Kadlobicki, alunos orientados pelo professor Elói Bareta Jr, o tema escolhido foi a  “Utilização de cinzas de olaria como forma de estabilizantes para estradas pavimentadas ou não pavimentadas”. E foi esse trabalho que obteve o primeiro lugar no Paraná. Entretanto, esta não foi a primeira vez que a FG conquista a premiação. Pois em 2018 e 2019, alunos  do mesmo curso ficaram com 3º e 2º lugar, respectivamente.

Conforme o professor Elói, essa premiação demonstra  que o curso de Engenharia Civil da FG tem formado profissionais altamente capacitados. E é reconhecido pelas intensas atividades práticas de laboratórios. Além de ser destaque também nas pesquisas feitas por professores e alunos.

O TRABALHO VENCEDOR

O trabalho vencedor (Foto: Divulgação/FG)

A importância da pesquisa feita pelos alunos vencedores tem parecer do orientador. “As rodovias não pavimentadas e de má qualidade trazem grandes problemas para o Brasil. Há o aumento do frete e problemas de circulação para a população do interior”.

Além disso, o professor cita que o tráfego em estradas rurais se torna mais intenso em épocas de plantio e colheita, deteriorando o solo. “Pelo grande fluxo de veículos, a deterioração é algo certo, pois em épocas chuvosas a formação de buracos e valetas é grande. Já em períodos de seca, há problemas como o ressecamento e a poeira”.

Por isso, para reduzir esse problema, busca-se utilizar um material que é tratado como resíduo e em muitas vezes é destinado de forma incorreta, segundo o professor. É a cinza de olaria utilizada para estabilizar o solo. Conforme o professor, em relação à característica da cinza, ela apresentou-se de forma satisfatória em determinada dosagem e granulometria. “O solo da nossa região é um Latossolo Bruno Distrófico, que tem propriedades que dificultam o processo de pavimentação”. E foi disso que a pesquisa tratou.

IMPORTANTE

Assim, diz o professor, é de “extrema importância” tanto para o âmbito curricular, bem como, para o profissional a valorização desse trabalho. Conforme o orientador, o desenvolvimento deu-se a partir do entusiasmo dos alunos e a relevância para todo o público de interesse. Afinal, a crescente demanda do tráfego em estradas rurais se correlacionou diretamente com a especialização do professor Bareta.

SERVIÇO

O curso de engenharia civil encontra-se com inscrições abertas para o vestibular 2021.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

ARTE E EDUCAÇÃO

Inscrições para o 2º Concurso de desenho terminam dia 30

EDUCAÇÃO

Inscrições para curso de Pedagogia terminam dia 4 de outubro

FOTOGRAFIA

Estudantes têm até 1º de outubro para inserir foto no cadastro do Enem

Comentários

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com