Artagão Junior sugere que Governo adie o PSS para professores

Segundo o deputado Artagão Junior, o momento não é oportuno por conta da pandemia que ainda está em ascensão

Artagão Junior sugere que Governo adie o PSS para professores (Foto: Assessoria parlamentar)

O deputado Artagão Júnior (PSB) sugeriu o adiamento do Processo Seletivo Simplificado (PSS) para contratação de professores temporários. De acordo com o parlamentar, o momento não é oportuno por conta da pandemia que ainda está em ascensão. “Dessa maneira, além de colocarmos em risco a vida dos candidatos que forem fazer a prova, vamos prejudicar aqueles que estão no grupo de risco e não poderão realizá-la por este motivo”. Conforme o deputado, essa justificativa encontra-se no ofício encaminhado à Secretaria de Estado da Educação nesta quinta (19).

De acordo com Artagão Junior, trata-se da mesma postura que ele tem em relação ao retorno das aulas presenciais. “Sou totalmente contrário. Por isso, em relação ao edital 47/2020, acredito não ser adequado e saudável a realização das provas nesta data. Assim, o adiamento é a melhor saída neste momento”.

SERVIÇO

As provas ocorrerão em 13 de dezembro, nas cidades-sede dos núcleos regionais de educação. Entretanto, o prazo de inscrição acaba na segunda (23). O processo contratará, ao menos, quatro mil professores para a rede pública, com início em 2021.

CONTRÁRIOS

Professores e funcionários do magistério protestam contra a abertura do edital. Após ocuparem a Assembleia Legislativa, agora os manifestantes estão em vigília e greve de fome em frente ao Palácio Iguaçu. A categoria reivindica, entre outras coisas, a abertura de concurso público.

Leia outras notícias no Portal RSN.

 

Relacionadas

DOE SANGUE

Dia do Doador de Sangue reforça a importância de ajudar a salvar vidas

Inscrições para o PSS encerram com 47 mil candidatos

VOLTA ÀS AULAS

Matrícula para rede pública estadual começa hoje (24) no Paraná

Comentários