Artista guarapuavana lança versão da lenda mexicana ‘La Lhorona’

A artista Bruna Thimoteo se inspirou na versão da cantora argentina Natalia Doco e vídeo ganha as redes sociais

Artista guarapuavana lança versão da lenda mexicana ‘La Lhorona’ (Foto: Reprodução/Youtube)

Uma vídeo gravado e postado no Youtube, mais uma vez, mostra o talento da artista Bruna Thimoteo, de Guarapuava. Assim, o trabalho está com grande desempenho nas redes sociais. Ela conta com a parceria de Renan.

De acordo com a cantora, ela preparou uma versão de La Llorona inspirada na cantora argentina Natalia Doco. Conforme Bruna, La Llorona traz à tona a lenda dos povos da língua espanhola. “A canção há muito tempo criada até os dias de hoje recebe inúmeras versões”.

A LENDA

Conta a lenda que há 516 anos ‘La Lhorona foi para Xochimilco com os dois filhos, Ollin e Tonatiuh. Era mãe solteira, trabalhava duro vendendo as flores que cultivava em sua chinampa, um tipo de canteiro flutuante.

Graças à generosidade e camaradagem ela ganhou a simpatia de todo o povoado e o chinampa logo começou a dar frutos. Até que numa noite tudo mudou. Por um descuido, a casa de Yoltzin pegou fogo quando ela voltava de um dia de trabalho. Desesperada, Yoltzin tentou apagar o fogo mas não reparou que a balsa onde estavam seus filhos ficou à deriva.

Entretanto, quando notou a ausência já era tarde demais. Eles sumiram sem deixar rastros. Yoltzin e todo o povoado os procuraram durante vários dias.

No fim alguém achou as crianças do lado do canal. Yoltzin enlouqueceu de dor. Ela não conseguiu aceitar a morte de seus filhos. Assim, com o coração destroçado e cheio de dor, Yoltzin não conseguiu resistir e foi se apagando lentamente entre choros e lamentos.

Durante muitos anos o povoado estava triste e sofrendo. Mas quando a história de Yoltzin estava ficando esquecida começaram a se ouvir lamentos no meio da noite. Dizem que la Llorona é a bela Yoltzin que vagueia pela vila à procura dos filhos.
Por isso, ela busca vingança pegando crianças de outras famílias. Conforme conta a lenda, ela nunca encontrará a paz que tanto anseia a menos que encontre os filhos há muitos anos perdidos.

OUTRAS VERSÕES

Entretanto, a lenda acima se trata da versão original, segundo o site ‘Mundo Oculto’ Contundo, outros versões forma surgindo ao longo dos tempos.

*Fonte: Mundo Oculto.

Confira o trabalho de Bruna e Renan no vídeo abaixo.

 

Leia outras notícias no Portal RSN.

Comentários