Beto e Fernanda são transferidos para a Polícia Montada, em Curitiba

Desembargador nega pedido de habeas corpus

Beto e Fernanda (Foto: Reprodução)

O ex-governador Beto Richa e a sua esposa, Fernanda Richa, foram transferidos para o Regimento da Polícia Montada, no bairro Tarumã, em Curitiba. A decisão é do desembargador Laertes Ferreira Gomes, do Tribunal de Justiça do Paraná, após ter negado na terça feira (11) um pedido de habeas corpus para o ex-governador. Beto e Fernanda foram presos pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco). O casal estava detido no Complexo Médico Penal, em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. Segundo a ação, Fernanda era a responsável pela “lavagem de dinheiro”,  comprando imóveis para a família. A operação investiga possível desvio de recursos e lavagem de dinheiro no programa “Patrulha do Campo”, de manutenção de estradas rurais.

No mesmo dia, o ex-chefe de gabinete de Richa, Deonilson Roldo, foi preso pela Polícia Federal na 53º fase da operação Lava Jato, denominada “Operação Piloto”, que investiga o pagamento de propina pela Odebrecht ao grupo do ex-governador em troca de favorecimento em uma licitação para obras na rodovia PR-323.

 

Relacionadas

ARTE E EDUCAÇÃO

Inscrições para o 2º Concurso de desenho terminam dia 30

CAMPANHA NACIONAL

Beto Preto orienta que Regionais intensifiquem ações de vacinação

TURISMO DO PARANÁ

Maior feira virtual de turismo da AL começa neste domingo (27)

Comentários

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com