Boletim confirma 35 casos registrados de sarampo em Irati

Guarapuava tem o registro de 11 casos. Deste total, sete já foram analisados e descartados pela Saúde e outros quatro ainda estão sendo investigados

Saúde já registrou 808 casos de sarampo no PR (Foto: Ministério da Saúde)

A Secretaria de Saúde do Paraná divulgou nesta quinta (30) novo boletim sobre a incidência de sarampo no Estado. Tal documento mostra que Irati já tem 35 casos registrados. Sendo que do total cinco casos foram confirmados. Outros dez foram descartados e 20 ainda estão em investigação.

A 5ª Regional de Saúde, que tem sede em Guarapuava e abrange outros 19 municípios, tem registrados 30 casos. Sendo um em Boa Ventura do São Roque que já foi descartado, dois em Cantagalo que estão sendo investigados. Ainda em Foz do Jordão um caso já foi descartado. Em Laranjeiras do Sul há o registro de quatro casos, um descartado e outros três em investigação.

Ainda nos municípios pertencentes à Regional de Guarapuava, em Marquinho um caso já foi descartado e outro segue em investigação. Já em Pitanga, dois foram descartados e um está sendo analisado. Além de Prudentópolis que conta com quatro registros e três descartados. Ainda em Rio Bonito do Iguaçu um caso está em investigação e outro foi descartado.

Guarapuava é a cidade da Regional com mais casos registrados. Conforme o boletim semanal da Sesa são 11 casos. Deste total sete já foram analisados e descartados pela Saúde. Outros quatro ainda estão sob análise.

NO ESTADO

Em todo o Paraná a Secretaria de Estado da Saúde confirma 808 casos da doença desde o primeiro paciente em agosto de 2019. Assim,  Curitiba e Região Metropolitana concentram 728 registros, o que representa 90% do total de casos da doença.

Quarenta e duas cidades paranaenses estão em surto por causa do sarampo, considerando que o Ministério da Saúde classifica como situação de “surto ativo” todo município que tenha ao menos um caso de sarampo confirmado.

VACINA

O esquema vacinal do Ministério da Saúde recomenda que a população com idade entre um a 29 anos deve receber duas doses da vacina tríplice viral e de 30 a 49 anos, uma dose. As crianças que têm entre seis meses e 11 meses e 29 dias também devem ser vacinadas.

Leia outras notícias no Portal RSN.

 

Relacionadas

VACINA É IMPORTANTE

Hoje (30) é o último dia da vacinação contra a pólio no Paraná

IPVA

Prazo para pagar com créditos do Nota Paraná acaba nesta segunda

SEGUNDO TURNO

Professora Elizabeth é a prefeita eleita em Ponta Grossa

Comentários