Bombeiros de Guarapuava já registraram 62 incêndios em edificações em 2020

Os bombeiros seguem alertando que causar incêndios em propriedades públicas ou privadas pode colocar vidas em risco e é um crime

Bombeiros de Guarapuava já registraram 62 incêndios em edificações em 2020 (Foto: Reprodução/Pixabay)

O número de incêndios estruturais aumentou 17,6% no Paraná. Os dados são relativos aos oito primeiros meses de 2020. Já os incêndios ambientais tiveram um aumento de 30% nos primeiros três meses de 2020. A comparação leva em consideração o primeiro trimestre de 2019. Em Guarapuava, o Corpo de Bombeiros registrou neste ano 62 incêndios estruturais e 94 ambientais.

Ainda conforme as informações dos bombeiros, em 2019, foram atendidos 204 ocorrências de incêndio em vegetações e 75 em edificações. Assim, quando se fala em incêndios ambientais, houve uma queda de 110 atendimentos até o momento. No Paraná, em 2019 ocorreram 42 incêndios estruturais e 51 neste ano.

CASOS EM GUARAPUAVA

“O incêndio deixou a casa totalmente destruída” afirmam bombeiros (Foto: Ascom/Corpo de Bombeiros)

Um incêndio atingiu uma casa na tarde do domingo 20 de setembro na PR-364, nas proximidades do trevo da BR-277. O registro foi às 14h30. De acordo com o corpo de bombeiros, a casa de madeira tinha, aproximadamente, 70m². Ainda conforme o relato, o fogo destruiu totalmente a residência. O fogo teria começando com uma brincadeira de uma criança que colocou fogo no colchão. Não houve nenhuma vítima.

Já um outro incêndio atingiu uma casa de madeira na tarde da sexta 7 de agosto no bairro Santana em Guarapuava. O registro foi às 15h27. De acordo com testemunhas, a casa fica na rua 10 de setembro e foi tomada pelas chamas.

Incêndio atinge casa no bairro Santana em Guarapuava (Foto: RSN)

Duas residências foram consumidas pelo fogo na madrugada do sábado 14 de março em Guarapuava. De acordo com o plantão do Corpo de Bombeiros, o primeiro deles foi por volta da meia-noite. Assim, a casa localizada no Jardim Colibri foi totalmente destruída pelas chamas. “Recebemos a denúncia de que o sinistro pode ter sido criminoso, mas não podemos confirmar isso”, disse o plantonista ao Portal RSN.

CRIME AMBIENTAL

De acordo com o Portal G1, os bombeiros seguem alertando que causar incêndios em propriedades públicas ou privadas, além de perigoso é um ato criminoso. Mesmo em áreas que não sejam de preservação ambiental.

Assim, a pena pode variar entre dois a quatro anos de prisão, e a multa pode ser de R$ 5 mil e R$ 50 milhões, dependendo do tamanho da área atingida. Ainda segundo os bombeiros, ao identificar um incêndio, a população deve acionar o telefone 193.

BRASIL

Conforme o Instituto Sprinkler Brasil, o Corpo de Bombeiros registrou 676 ocorrências nos oito primeiros meses deste ano. Desse modo, houve um aumento de 16% em relação ao mesmo período de 2019, quando foram contabilizados 571 registros.

Entre as diferentes categorias de estruturas, estão os estabelecimentos comerciais, lojas, shopping e supermercados. Os registros informam 158 ocorrências em locais assim.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

NOVO BOLETIM

Guarapuava confirma 16 novos casos de covid-19 em 24h

INSTABILIDADE

Fim de semana deve ser de tempo instável em Guarapuava

DIA DE FOLGA

Dia do Servidor Público terá ponto facultativo em Guarapuava

Comentários