Bombeiros participam do cortejo do menino Emanuel em Guarapuava

Emanuel tinha nove anos e ficou internado 15 dias em coma. A família doou os órgãos do menino, e ajudou a salvar oito crianças

Bombeiros participam do cortejo do menino Emanuel em Guarapuava (Foto: Arquivo Pessoal)

O velório do menino Emanuel Denichevicz de Lima de nove anos ocorreu nesta quinta (29) em Guarapuava. Emanuel foi vítima de atropelamento no dia 14 de outubro. O menino andava de bicicleta quando um carro o atropelou.

Ele ficou 15 dias em coma na UTI Instituto Virmond – Hospital Santa Tereza e morreu nessa quarta (28). Além disso, de acordo com familiares e amigos, Emanuel tinha o sonho de ser bombeiro. A família autorizou a doação de órgãos do menino.

ACIDENTE

Conforme a Polícia Militar, o atropelamento ocorreu na rua Eduardo Chaiá, no bairro Boqueirão. No local do acidente, o motorista do carro Hyundai HB20 relatou aos policiais, que seguia no sentido Batel – Boqueirão. Além disso, o motorista informou que bateu transversalmente no menino, que estava andando com uma bicicleta Sundown Azul.

De acordo com a PM, a bicicleta e o carro ficaram danificados. Além disso, o menino recebeu socorro da equipe médica do Samu. Inicialmente, ele foi encaminhado ao Hospital São Vicente. Em consulta ao sistema, a polícia não encontrou irregularidades nas documentações. Assim, liberou o carro e o motorista que estavam no local. Entretanto, a família de Emanuel alega que o motorista não deu assistência ao menino.

INTERNAMENTO

Conforme uma amiga da família em entrevista ao Portal RSN, o menino estava internado há 15 dias. A criança sofreu traumatismo craniano e duas fraturas na perna. Após duas semanas respirando por aparelhos, Emanuel não resistiu. A morte ocorreu por volta de meio-dia dessa quarta (28). O corpo deu entrada no Instituto Médico Legal (IML) de Guarapuava às 20h35 do mesmo dia.

(Foto: Corpo de Bombeiros)

VELÓRIO

O velório de ‘Manuzinho’, ocorreu desde a manhã no salão da igreja Ministério Pentecostal Congregação Moriá, no bairro Boqueirão. De acordo com a amiga da família, ele tinha o sonho de ser bombeiro. Assim, os bombeiros de Guarapuava homenagearam o garoto.

Conforme a corporação, um caminhão acompanha neste momento o cortejo até o Cemitério Santo Antônio. O cemitério fica no bairro Morro Alto, onde ocorrerá o sepultamento após às 16h.

SALVANDO VIDAS

Além disso, os familiares autorizaram a doação dos órgãos de Emanuel. Conforme a família, a doação ajudou a salvar a vida de oito crianças.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

AINDA EM ALERTA

Pacientes recuperados em Guarapuava chegam a 76%

'EXPLOSÃO' COVID-19

Em 24h, Guarapuava registra duas mortes por covid-19

ALERTA

Municípios da 5ª Regional registram novos casos suspeitos de Dengue

Comentários