Briga entre adversários políticos vira caso de polícia em Mato Rico

Um dos candidatos a prefeito disse à polícia que na briga dispararam dois tiros contra ele. Para o outro lado trata-se de factoide

Briga entre adversários políticos vira caso de polícia em Mato Rico (Foto: Reprodução)

As eleições em Mato Rico, a cerca de 236 quilômetros de Guarapuava, viraram caso de polícia na madrugada deste domingo (15). De acordo com a Polícia Militar, por volta da 0h55 de hoje, uma briga envolveu dois grupos adversários. “Houve disparo de arma de fogo e lesão corporal”. Segundo a polícia, uma das vítimas é candidato a prefeito, de 57 anos”.

Conforme a PM, as vítimas disseram que estavam em frente ao comitê e eleitoral quando quatro pessoas desceram de um carro. “Eles chegaram agredindo as vítimas com chutes e socos”. Entretanto, os agredidos revidaram.

De acordo com a PM, as vítimas, contaram que um dos agressores tinha um revólver. Este usou a arma para dar uma coronhada na cabeça de uma das vítimas, de 28 anos de idade. Segundo a polícia, o agressor apontou a arma em direção da vítima que correu, não sendo atingido pelo disparo. Entretanto, conforme a PM, novamente o homem apontou o revólver, agora em direção ao candidato a prefeito. Houve dois disparos. Todavia nenhum atingiu o alvo. Ainda, segundo a PM, as vítimas disseram que quando correram para o pátio do comitê, foram seguidos. O portão de acesso foi derrubado pelos agressores.

Entretanto a versão dada por uma das lideranças políticas de Mato Rico ao Portal RSN, mostra outra versão. De acordo com a fonte que pediu para não ter o nome divulgado, as eleições estão sendo disputadas entre apenas dois candidatos. “Aqui a cidade é pequena e todos são amigos (3.272 habitantes). O Edelir Ribeiro e o Edson Ribeiro, que os candidatos, são até compadres. Porém, estão disputando as eleições. Mas antes, um era para ser o vice do outro”. Conforme a informação dada ao RSN, a dissidência política ocorreu quando o Edelir (Cidadania) coligou com o PT, Republicano e o Podemos. Assim o situacionista Edson Ribeiro (PSD) encabeça chapa pura.

A BRIGA

Conforme as informações repassadas ao Portal RSN a briga não teve nenhuma intenção de atentado político. De acordo com o relato feito pela liderança ligada ao candidato do PSD, os quatro eleitores estavam indo para casa. “Ocorre que o comitê do Edelir fica no caminho para o núcleo onde eles moram. Como o pessoal que estava no comitê ‘fechou’ a rua com carros para eles não passarem, o pessoal saiu do veículo que estavam, discutiram e entraram em vias de fato. Mas ninguém teve a intenção de tentar matar o candidato.Como ele [Edelir] não está muito bem nas pesquisas tentou criar um fato pra ficar de vítima”. O Portal RSN tentou contato com o candidato, mas não obteve retorno.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

RESCALDO

Diretório Municipal do PT agradece votos conquistados em Guarapuava

AVANÇO DA COVID-19

Em 23 dias, casos ativos de covid-19 em Guarapuava aumentaram 220%

TRÂNSITO

Rua XV de Novembro é revitalizada com nova sinalização em Guarapuava

Comentários