Brinquedoteca humaniza atendimento da saúde em Reserva do Iguaçu

O novo espaço, denominado “Pedacinho do Céu”, tem cerca de nove metros quadrados e é destinado para crianças entre zero e oito anos

Brinquedoteca humaniza atendimento da saúde em Reserva do Iguaçu (Foto: Ascom/Prefeitura de Reserva do Iguaçu)

A Secretaria Municipal de Saúde de Reserva do Iguaçu apresentou esta semana, um novo espaço destinado aos pacientes. Uma brinquedoteca destinada às crianças que passam pelo Centro Municipal de Saúde.

A ideia comum nas cidades de grande porte e em clínicas particulares, está mudando o aspecto da saúde pública municipal de Reserva do Iguaçu. O ambiente foi construído pelos próprios servidores e colaboradores da unidade, e instalado na sala de espera do Centro de Saúde Municipal. O centro atende mensalmente cerca de três mil pacientes, dos quais em média 650 são crianças.

O novo espaço, denominado “Pedacinho do Céu”, tem cerca de nove metros quadrados e é destinado para crianças entre zero e oito anos, e conta com profissionais para monitoria. O espaço tem funcionado como uma ferramenta simples para acolher as crianças e famílias que são atendidas na unidade.

Assim, dando mais conforto e comodidade aos pacientes, tanto os que estão em tratamento na unidade como os que estão acompanhando os pais ou familiares.

(Foto: Ascom/Prefeitura de Reserva do Iguaçu)

Em Reserva do Iguaçu, a Unidade de Saúde atende toda a população de aproximadamente oito mil habitantes, prestando os serviços da atenção básica de saúde. Para esses serviços, a unidade conta com mais de 90 profissionais.

Assim, a nova gestão de saúde do município de Reserva do Iguaçu tem trabalhado em um novo projeto de saúde para a população, trazendo para a saúde pública do município o conceito de “Humanização do Serviço Saúde”.

HUMANIZAÇÃO

De acordo com o secretário Municipal de Saúde, Alessandro Machado, para colocar em prática esse atendimento, a própria Unidade de Saúde vem adotando alguns princípios básicos da humanização, como cooperação, colaboração, solidariedade e urbanidade entre os próprios profissionais, equipes e gestão da Saúde Municipal, aplicando-os no acolhimento dos pacientes.

“Várias ações vêm sendo implantadas e trabalhadas pela equipe, com intuito de melhorar a relação entre os profissionais da saúde e os nossos pacientes”, afirmou o Secretário Municipal, sendo para ele criação da brinquedoteca o ponto de partida para a formatação desse atendimento de saúde humanizado.

(Foto: Ascom/Prefeitura de Reserva do Iguaçu)

Conforme Alessandro Machado, idealizador do projeto, “ouvir as demandas da população e as propostas dos servidores tem sido essencial nesse processo de mudança para uma gestão pública humanizada. Além disso, tem possibilitado um melhor envolvimento da equipe, contribuindo para maior satisfação dos nossos pacientes”.

A brinquedoteca foi desenvolvida com um baixíssimo orçamento, com recursos próprios e com a doação de materiais e brinquedos pelos parceiros e colaboradores. A Secretaria gastou cerca R$ 1.200 para criação do espaço.

(Foto: Ascom/Prefeitura de Reserva do Iguaçu)

ESTÍMULO

Para Elisana, uma das médicas da unidade, “o estímulo ao exercício, à atividade física, recreativa e lúdica, movimenta o organismo dos pequenos. “Traz benefícios, cria anticorpos e aumentando as defesas contra doenças e infecções”.

Assim, a ideia do novo ambiente é desmistificar o local como um “ambiente hospitalar”, tido como “ambiente frio”, “de dor ou doenças”. Isso porque conforme o secretário de Saúde, muitas vezes as crianças precisam se submeter a exames ou até mesmo a tratamentos mais dolorosos.

(Foto: Ascom/Prefeitura de Reserva do Iguaçu)

“Por isso, a atividade de brincar num ambiente colorido, monitorado, seguro e acolhedor como a nossa brinquedoteca, tende a propiciar um efeito terapêutico. E com isso, auxiliando efetivamente no tratamento e na melhora da criança”.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

PROGRAME-SE

'Trenzinho da Luz' oferece passeio gratuito pela 'Cidade dos Lagos'

MORADIA

Famílias recebem casa própria em Santa Maria do Oeste

CANDÓI

Manifestação pede que lei contra maus tratos de animais seja cumprida

Comentários