Campi da Unicentro sediam vigília, debate e panfletagem em Guarapuava e Irati

Concentração para a greve geral começa às 9h desta quarta (15) e segue com vigília às 19h

(Foto: Arquivo)

Movimentos sindicais e estudantis entram em greve geral nesta quarta (15) em todo o país. A mobilização é pautada pela decisão do Ministério da Educação (MEC) de cortar 30% do orçamento das instituições de ensino do país.

Em Guarapuava, a Universidade Estadual do Centro-Oeste Unicentro) será palco de ato unificado, a partir das 11h, mas às 9 começará a concentração. Às 19h uma vigília com velas acesas movimentará a comunidade acadêmica, em frente ao campus Santa Cruz.

“Vamos acender velas e depois fazer rodas de conversas com os alunos”, disse o presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Unicentro (Sintesu), Danny Jessé. A Adunicentro também promove o ato que deve reunir cerca de duas mil pessoas.

Em Irati, a mobilização começará também às 9h e seguirá com panfletagem e conversa com os estudantes.

Segundo Danny Jessé, o contingenciamento de verbas, os cortes de recursos para pesquisas de mestrados e doutorados, os ataques de fakenews às universidades serão temas das conversas.

A paralisação é em apoio à greve nacional da categoria, convocada no início de abril pela Confederação Nacional dos Trabalhadores da Educação (CNTE) para defender a aposentadoria e o ensino público e funcionar como um esquenta para a greve geral da classe trabalhadora para o dia 14 de junho.

Relacionadas

VAMOS ESTUDAR?

Senac oferece cursos técnicos na área da enfermagem em Guarapuava

DESCONTOS IMPERDÍVEIS

Black Friday: Faculdade Guarapuava oferece descontos nas mensalidades

QUE TAL SE TORNAR DOUTOR?

Unicentro anuncia autorização para oferta de Doutorado em Letras

Comentários