‘Cidadania’ condena ataques sofridos por Edelir em Mato Rico

O prefeito eleito Edelir da Cooperativa foi alvo de dois tiros durante briga com grupo adversário em frente ao comitê

‘Cidadania’ condena ataques sofridos por Edelir em Mato Rico (Foto: Ascom)

O ‘Cidadania’ do Paraná classifica como ‘abominável’, o atentado sofrido pelo prefeito eleito Edelir Ribeiro em Mato Rico. De acordo com nota assinada pelo presidente estadual, Rubens Bueno, o ato é “merecedor de todo repúdio”.

Conforme informações divulgadas pelo Portal RSN no domingo (15), Edelir da Cooperativa, conseguiu se esquivar de dois tiros. Conforme a vítima, os disparos partiram de grupo adversário na madrugada de domingo (15), durante briga em frente ao comitê.

Na nota assinada também pelo secretário geral do Partido, Douglas Fabrício, a sigla observa a possibilidade mínima de crime eleitoral. “Este desprezo aumenta mesmo que exista a mínima chance deste fato ter ocorrido com possível motivação advinda de disputas eleitorais. Vivemos uma democracia e um de seus pilares é o processo eleitoral. E este merece respeito, onde é decidido através do debate, da diversidade de ideias, da liberdade do eleitor e no final, pelo voto”.

OUTROS CASOS

De acordo com Rubens Bueno, o campo da política, lamentavelmente, ainda registra manifestações de violência como sofreu o candidato a prefeito eleito em Mato Rico”.

Além disso, nestas eleições e em outras, segundo Bueno, há registros de mais casos de violência desta natureza. Ele cita como exemplo o que ocorreu com Miguel Donha. Ele era o principal nome da oposição para as eleições para prefeito de Almirante Tamandaré, em 2000. Todavia, pessoas ligadas ao adversário o mataram. Assim como em Mariluz, onde o vice-prefeito, Ayres Domingues e o presidente municipal do partido, Carlos Alberto de Carvalho, morreram de forma violenta a mando do então prefeito.

“Por isso, vamos cobrar das autoridades competentes a investigação sobre este caso, para elucidação deste lamentável episódio. E para que tomem as medidas cabíveis a fim de nos assegurar o direito de fazermos política como deve ser feita: sem medo, sem violência, no campo das ideias e do debate”.

Leia outras notícias no Portal RSN.

 

Relacionadas

SUSPENSÃO

Agepar suspende reajustes de pedágio de três concessionárias no Paraná

MEDIDAS DE PREVENÇÃO

Com aumento de covid-19 Sesa suspende cirurgias eletivas por 30 dias

RESIS

Professores entram no oitavo dia de greve de fome em Curitiba

Comentários