Cursos on-line esclarecem dúvidas sobre licenças ambientais

O Instituto Água e Terra e a Escola de Gestão do Paraná firmam parceria para atender o público que tem dificuldade sobre a navegação nos sistemas

Os primeiros cursos disponíveis são nas áreas de Gestão de Recursos Hídricos e Gestão Ambiental (Foto: ANPr)

Uma parceria firmada entre o Instituto Água e Terra (IAT) e a Secretaria da Administração e da Previdência, por meio da Escola de Gestão do Paraná, vai ofertar cursos de capacitação na modalidade a distância a partir desta semana. Os primeiros cursos disponíveis são nas áreas de Gestão de Recursos Hídricos e Gestão Ambiental.

Assim, o IAT, vinculado à Secretaria Estadual do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, identificou um grande número de dúvidas dos cidadãos sobre a navegação nos sistemas do órgão para a emissão das licenças ambientais e das outorgas de recursos hídricos.

Antes, essas informações eram repassadas via reuniões on-line com limite de 100 pessoas. Agora, não têm limite de participantes e passam a ser oficiais pela Escola de Gestão do Paraná. A participação é gratuita.

A chefe do Núcleo da Inteligência Geográfica e da Informação do IAT, Jaqueline Dorneles de Souza, destacou que o serviço de atendimento ao usuário identificou que a maior dúvida da população é como navegar nos sistemas e essa parceria vem para ajudar.

Desse modo, nos cursos, o cidadão aprende a acessar os sistemas, fazer o cadastro, quais requisitos são necessários para solicitar uma licença ao órgão, entre outros temas. Assim, a Escola de Gestão do Paraná oferece apoio com pedagogos e a metodologia das aulas.

O IAT já trabalha para aumentar a quantidade de cursos ofertados na plataforma oficial de cursos do Governo do Paraná.

A ideia é publicar uma variedade de cursos para os públicos interno e externo. Um outro projeto prevê a criação de capacitações de conceitos para municípios, como o que é outorga e para que serve, por exemplo.

Desse modo, o diretor-presidente do IAT, Everton Souza, explica que essa parceria vem ao encontro da política do órgão de passar por constantes evoluções para oferecer o melhor atendimento aos cidadãos.

“É fundamental para levar a mensagem à sociedade paranaense, em especial aos empreendedores do Estado, de como eles devem proceder para acessar os sistemas. Além de tirar o maior proveito possível, com agilidade e segurança, nos processos de outorga e licenciamento. Essas ferramentas são essenciais para o desenvolvimento do Estado do Paraná”.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

RODOVIA

Consórcio Dalba/Schmtti vai executar obras de duplicação da BR-277

PANDEMIA DA COVID-19

Guarapuava registra três mortes por covid-19 em 24h

NOVAS PRAÇAS DE PEDÁGIO

Paraná terá 15 novas praças de pedágio e promete tarifas menores

Comentários