Defesa de adolescente que matou Louise diz que foi legítima defesa

O criminalista Miguel Nicolau Junior defende a adolescente infratora. Ela disse que Louise a agrediu primeiro

Defesa de adolescente que matou Louise diz que foi legítima defesa (Foto: Arquivo/RSN)

“Matou em legítima defesa”. Esta tese norteará a defesa da adolescente W, de 16 anos, autora dos golpes fatais contra Louise Emanoelle Caldas da Silva, de 17 anos. De acordo com o criminalista Miguel Nicolau Junior, a menor que encontra-se custodiada na Delegacia de Pinhão, terá audiência no dia 30 de setembro.

Conforme o advogado, na versão da adolescente, ela e Louise tinha uma rixa, porque ambas namoravam o mesmo menino. “A vítima já havia agredido física e verbalmente a menor W.  Inclusive com mensagens ofensivas em mensagens no WhatsApp“.

Inclusive na noite de domingo (20), quando ocorreu o crime,  Louise, em tese chamou a W. para um encontro na praça de Pinhão. De acordo com o Miguel Nicolau Junior, “em atitude ameaçadora” Louise queria que resolvessem as desavenças.

“Ao chegar lá, a acusada W. encontrou Louise acompanhada de mais duas meninas. Após luta corporal, a acusada acabou atingindo a vítima no pescoço com uma faca”. Entretanto, W. disse que Louise a agrediu primeiro, a puxando pelos cabelos e a atingindo na cabeça com uma lata cheia de cerveja.

De acordo com a defesa de W. a faca apreendida, não tem ponta. “Trata-se daquelas que se usa normalmente para passar manteiga no pão”. Ele disse também que a acusada afirmou ao promotor de Justiça que somente se defendeu, porque primeiramente fora atacada fisicamente pela vítima.

Leia outras notícias para o Portal RSN.

Relacionadas

DETALHES DO SEQUESTRO

Tamires foi amarrada e vendada para não reconhecer os sequestradores

GRANDE APREENSÃO

Traficante é preso com quase 600 quilos de maconha em LS

REFORMA AGRÁRIA

Incra libera créditos para famílias quilombolas do 'Paiol de Telha'

Comentários