Depen inaugura Telecentro na Penitenciária Estadual de Guarapuava

O espaço, destinado a oferta de cursos de Qualificação Profissional e Educação Superior a distância, é o 20º Telecentro do sistema prisional no PR

Por ser uma Unidade de Progressão, a segurança é mínima. Na PEG UP, os presos trabalham e estudam (Foto: Gilson Boschiero/RSN)

O Departamento Penitenciário do Paraná (Depen) inaugurou um Telecentro na Penitenciária Estadual de Guarapuava – Unidade de Progressão (PEG-UP), na última semana. De acordo com as informações, o espaço, destinado a oferta de cursos de Qualificação Profissional e Educação Superior a distância, é o 20º Telecentro do sistema prisional paranaense. Por conta da pandemia, a inauguração do espaço ocorreu virtualmente.

Conforme a diretoria da unidade, atualmente a unidade tem 187 apenados recolhidos. Além disso, a estrutura pode abrigar até 215 homens.

HISTÓRICO

Ainda segundo as informações do Depen, os telecentros registraram as primeiras atividades a partir de 2012. Tal parceria ocorreu por iniciativa do Setor de Educação e Capacitação do Depen em parceria com a Superintendência Geral de Inovação da Casa Civil e Celepar. Assim, a partir de 2017, somou-se a essas parcerias, a Associação dos Juízes Federais (Ajufe). Além do Instituto Mundo Melhor (IMM). Assim, as parcerias contribuíram com a instalação de cinco Telecentros, dois em Foz do Iguaçu, Cascavel, Guarapuava e Piraquara.

O Diretor da penitenciária, Renato Silvestre falou na solenidade on-line que o telecentro vem coroar o trabalho desenvolvido na Unidade de Progressão. “Trabalhamos incessantemente para devolver a pessoa em conflito com a Lei de forma melhorada para a sociedade. Ficamos felizes pela parceria com a Ajufe e demais envolvidos que nos brindaram com os recursos para este projeto. A iniciativa que será intensamente utilizada de forma a bem instruir nossos sentenciados, preparando-os para o mercado de trabalho”.

Já o diretor do Departamento Penitenciário, Francisco Caricati, afirmou que as parcerias são importantes para ampliar os atendimentos educacionais dentro do sistema prisional.

O atendimento em Guarapuava se soma aos outros 19 espaços já instalados, oportunizando aos privados de liberdade, maior possibilidade de continuidade de estudos e qualificação profissional a distância.

Ainda segundo o diretor, de agosto de 2012 até 2020, já foram feitos mais de 27 mil cursos nos Telecentros. Somente neste segundo semestre de 2020, 52 alunos privados de liberdade cursam Ensino Superior nesses espaços.

Unidade abriga 187 apenados atualmente (Foto: Gilson Boschiero/RSN)

De acordo com o chefe do Setor de Educação e Capacitação do Depen, Ismael Meira, uma das metas do Setor de Educação é a instalação dos telecentros nos estabelecimentos prisionais. Isso porque o laboratório de informática é uma ferramenta importante para diversificar o atendimento da educação. Além de atender um número maior de privados de liberdade. “A ação foi fundamental para a ampliação de novos telecentros no sistema prisional, pois os parceiros presentes, acreditam na importância da educação para as pessoas privadas de liberdade”.

CURSOS

Por fim, o Instituto Mundo Melhor (IMM) disponibiliza mais de 160 cursos de iniciação e qualificação profissional, on-line e gratuitos, para o sistema prisional. Desse modo, os cursos são ofertados desde 2012, por meio de convênio com o Depen/Sesp. A partir de 2017, por meio do Projeto “Ajufe por um Mundo Melhor”.

Leia outras notícias no Portal RSN.

 

Relacionadas

DELÍCIA LOCAL

Hoje (3) é dia de pastel da Catedral em Guarapuava

EM LUTO

Despedida de George Karam será restrito à família em Guarapuava

LUTO

Morre o médico pediatra George Karam por complicações da covid-19

Comentários