Dono de propriedade de Palmital é amarrado e abandonado em Pitanga

O dono da propriedade conseguiu soltar as amarras e chegar até a rodoviária de Pitanga. Dois ladrões foram presos com a caminhonete em Guaíra

Dono de propriedade de Palmital é amarrado e abandonado em Pitanga (Foto: Arquivo/RSN)

O dono de uma propriedade rural de Palmital foi rendido nessa terça (11) à tarde e abandonado em Pitanga. Assim conforme relato feito à PM, o homem de 55 anos foi encontrado na rodoviária de Pitanga na madrugada desta quarta (12). A vítima disse que estava em seu sítio que fica na Localidade Rural de Guabiroba, quando foi surpreendido por três ladrões armados e encapuzados.

De acordo com relato da vítima, os ladrões o amarraram e vendaram seus olhos com uma camiseta, e o todo tempo faziam ameaças de morte. O homem informou ainda que os bandidos o levaram com a sua caminhonete Toyota Hilux Branca. Em seguida, após rodarem por alguns quilômetros, o deixaram amarrado em um matagal próximo das margens da PR-466.

Conforme o dono da propriedade, os ladrões fugiram com a caminhonete. Durante a fuga, os bandidos deram tiros para intimidar a vítima. Por volta das 2h da madrugada desta quarta (12), depois de algum tempo, o homem conseguiu tirar as amarras dos pés e mãos e sair correndo pelas margens da PR-466, até chegar à estação rodoviária de Pitanga e pedir ajuda.

Ele foi levado para a 45ª DRP Pitanga, onde familiares compareceram. De acordo com a família da vítima, ele havia saído às 13h para trabalhar no sítio e às 21h30 ainda não havia retornado.

PRISÃO

Na propriedade rural, a polícia encontrou apenas as ferramentas abandonadas. Ao retornar para a cidade, a polícia recebeu a informação que a caminhonete havia sido abordada em Guaíra e que dois homens tinham sido presos. Os dois presos informaram que não tiveram contato com a vítima. Disseram aos policiais apenas que pegaram a caminhonete para o transporte.

Assim, conforme a PM, por meio da identificação de um dos presos, ficou constatado que os dois eram moradores de Palmital e conhecidos do meio policial. Na casa de um dos presos, a esposa demonstrou nervosismo e quebrou um celular. Ela disse aos policiais que não deixaria ninguém ver o aparelho.

A mulher foi identificada e o celular quebrado foi apreendido e entregue na delegacia para providências.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

TRANSPORTE UNIVERSITÁRIO

Candói oferece 33 vagas remanescentes para transporte universitário

MORTE NATURAL

Indígena é encontrado morto em Nova Laranjeiras

PRISÃO E APREENSÃO

Homem é preso pela Polícia Ambiental em Bituruna

Comentários