Duas pessoas invadem casa e matam homem a facadas em Palmital

O homem de 43 anos foi agredido e arrastado para fora da casa. Houve luta corporal e ele foi morto no meio da rua com facadas no tórax, pescoço e boca

Duas pessoas invadem casa em Palmital e matam homem a facadas no meio da rua (Foto: Reprodução/Pixabay)

Um homem de 43 anos foi assassinado na noite desse sábado (30), após ser arrastado de dentro de uma casa por outras duas pessoas, e ser esfaqueado no meio da rua em Palmital. Trata-se de João Maria Vaz. De acordo com a Polícia Militar, o crime ocorreu por volta das 20h07, na rua Enedina de Oliveira, no bairro Carolo.

Conforme relato policial, o crime foi denunciado por uma adolescente de 17 anos. A jovem avisou a PM, que estaria ocorrendo uma briga em frente a casa dela e que um homem teria sido esfaqueado e morto. No local, os policiais encontraram um VW Gol Branco depredado e mais a frente, o corpo da vítima.

De acordo com a PM, o homem apresentava sinais de violência e lesões do tipo perfurocortantes, no tórax, pescoço e boca. A enfermeira do Posto de Saúde Municipal constatou a morte. Entretanto, enquanto os policiais colhiam as informações sobre o crime, chegou ao local um homem de 39 anos.

TESTEMUNHA

Ele afirmou ser primo da vítima e disse que estavam juntos na hora do crime. Assim, ele relatou aos policiais que o primo João Maria Vaz o convidou para jantar na casa de uma mulher de 31 anos, que fica no local. Entretanto, a testemunha afirmou que quando eles estavam dentro da casa, dois homens arrombaram a porta da residência e disseram que estavam a procura da vítima, iniciando as agressões.

O primo relatou que, assustado, correu e pulou a janela,  e que a mulher também teria corrido. Sobre os assassinos, ele informou que um deles era alto, branco e loiro. O outro, conforme a testemunha era um pouco mais baixo e moreno, e seria conhecido no meio policial. A equipe policial mostrou a foto de dois irmãos, e um homem de 25 anos foi reconhecido pela testemunha como um dos autores.

LUTA CORPORAL

No local foi constatado que houve luta corporal até a via pública, pois o boné e a jaqueta da vítima estavam espalhados no local, bem como havia galhos de árvores quebrados. De acordo com a PM, ainda foi possível constatar que os assassinos entraram na casa do outro lado da rua.

Eles quebraram a porta e agrediram a vítima, já que dentro da casa havia móveis fora do lugar e grande quantidade de sangue no local. Também foi possível constatar pelas marcas deixadas no chão, que o corpo foi arrastado até o meio da rua. A Polícia Civil foi acionada. A equipe da PM tentou localizar o homem identificado pela testemunha, mas ele não foi encontrado.

A mulher que fugiu da residência quando começaram as agressões também não foi localizada. Os policiais de Palmital receberam apoio da equipe do Destacamento da PM de Laranjal, que fizeram o isolamento do local. O corpo foi trazido para o Instituto Médico Legal (IML) de Guarapuava e aguarda identificação oficial para ser liberado.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

DINHEIRO FALSO

Morador de Santa Maria do Oeste usava dinheiro falso no comércio

FARDOS DE MACONHA

PRF apreende quase 200 quilos de maconha em Marquinho

EMERGÊNCIA

Energisa trabalha na recomposição de trechos danificados por temporal

Comentários