“É no segundo turno que vamos discutir olho no olho com o candidato do Beto Richa”, diz João Arruda ao votar

Candidato disse que teve pouco tempo de campanha

João Arruda (Foto: Eduardo Matysiak)

O candidato ao Governo do Paraná João Arruda votou por volta das 8h10 no Campus do Pilarzinho da Universidade Tuiuti do Paraná, em Curitiba. O candidato do MDB ao governo do Paraná se disse animado com a possibilidade de chegar ao segundo turno para aprofundar o debate e mostrar quem realmente propõe mudanças para o Paraná.

“Vamos para o segundo turno fazer um bom debate olho no olho com o candidato que representa a continuidade desse governo. Vamos discutir as propostas, o programa de governo. É preciso explicar para a população aquilo que estão prometendo. Eu tenho feito propostas viáveis, pés no chão e vou demonstrar isso no segundo turno”, disse.

Apesar do pouco tempo de campanha Arruda disse que conseguiu deixar claro para o eleitor a mensagem de que ele é o candidato de oposição, que representa a ruptura com o atual modelo de governar o Paraná.

“Essa foi a grande mensagem. Tivemos uma disputa com dois candidatos de situação. Ratinho Junior foi secretário do Richa, continuidade, Cida Borghetti foi vice do Richa, é continuidade. E nós sempre estivemos na oposição a esse modelo de gestão. E provamos, com o tempo, que era um modelo equivocado. Nós queremos fazer tudo diferente ano que vem. Reduzir os impostos, as tarifas de água. É claro que a eleição foi muito contaminada pela eleição nacional. Teve forte influência. Mas entendo que ao refletir nesta reta final, os indecisos farão a comparação e nos darão a oportunidade de irmos para o segundo turno para que a gente possa se conhecer melhor nos próximos dias”.

Arruda disse que é preciso cautela ao analisar os números das pesquisas de opinião. “Da mesma forma que analisamos outras pesquisas, como as que deram o Ratinho eleito prefeito de Curitiba no primeiro turno, mas o Gustavo Fruet ganhou a eleição, o Ney Leprevost fora do segundo turno em Curitiba em 2016, e outros erros que aconteceram em diversos estados nos últimos anos, inclusive na eleição para presidente da República, com o Aécio Neves chegando ao segundo turno”, ponderou.

Assim mesmo, ele destacou o seu crescimento ao longo da campanha. “Era visível o crescimento, a sensação das pessoas me procurando, querendo me conhecer. O tempo era curto, eu reconheço, mas entendo que agora, com o segundo turno, haverá mais tempo para que a população nos conheça melhor, conheça nosso projeto, possa comparar biografias, a experiência de cada um e, sobretudo o programa de governo que está sendo apresentado, com propostas viáveis. Temos uma realidade muito dura a partir do ano que vem no Paraná. E será preciso trabalhar muito. Será um governo honesto, sério, transparente, que vai transformar a vida dos paranaenses”.

O candidato passará o restante do domingo em casa, onde acompanhará a apuração ao lado da família. “Vou fazer almoço para minha mulher e para meus filhos, passar o dia com minha família, coisa que menos fiz no último mês”, finalizou.

Relacionadas

CORONAVÍRUS

Paraná tem mais 1.773 diagnósticos e 30 mortes pela Covid-19

PARANÁ MAIS VERDE

Professores plantam mudas de árvores em manancial de água de Pitanga

SUSPENSÃO

Agepar suspende reajustes de pedágio de três concessionárias no Paraná

Comentários