Em Curitiba, prefeitos discutem queda no FPM

Curitiba – Um grupo de prefeitos do interior do Estado se reuniu no começo da semana em Curitiba para debater, entre outros assuntos, a queda no FPM (Fundo de Participação de Municípios), provocada pela redução da carga tributária.
Acompanhados de assessores e vereadores, estiveram no gabinete os prefeitos Junior Benato (Inácio Martins), Pedro Sérgio Mileski (Marilândia do Sul), Marcos Sobreira (Lidianópolis), Primis de Oliveira (Godoy Moreira), Altair Zampier (Pitanga), Carlão de Mattos (Ariranha do Ivaí), Moacir Andreola (Novo Itacolomi) e Orlando Almeida (Rosário do Ivaí).
Recebidos pelo deputado estadual Artagão Junior, os prefeitos aproveitaram para fazer vários encaminhamentos e pedir o apoio do parlamentar na liberação de obras do Governo do Estado.
Mas a situação que preocupa a maioria dos prefeitos é queda da arrecadação justamente num momento de crise econômica. Para minimizar as consequências, o Governo Federal libera a partir do próximo dia 25, o repasse antecipado de R$ 1 bilhão para ajudar os municípios mais dependentes do FPM.
O FPM é uma transferência constitucional, composto de 22,5% da arrecadação do Imposto de Renda e do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados). A distribuição dos recursos é feita de acordo o número de habitantes. Cerca de 90% do dinheiro vai para cidades do interior. O restante, para capitais.

Relacionadas

INÍCIO DE MANDADO

Primeira sessão ordinária da Câmara ainda não tem dia definido

MILITARIZAÇÃO

Deputados aprovam alterações no programa Colégios Cívico-Militares

LUTO

Morre o ex-deputado Algaci Tulio, mais uma vítima da covid-19

Comentários