Em depoimento, Luís Felipe diz que advogada se jogou do prédio; ele foi preso

Prisão em flagrante considera o professor como suspeito pela morte de sua esposa

O professor Luís Felipe Manvailer, marido da advogada Tatiane Spitzner, detido na manhã deste domingo (22), em São Miguel do Iguaçu, foi preso pela polícia local. O professor era procurado pela suspeita de feminicídio de sua esposa, ocorrido na madrugada deste domingo, após a queda da advogada de um apartamento em um prédio na região central de Guarapuava.

(Foto: Reprodução Facebook)

De acordo com informações da Polícia Civil de Guarapuava, a prisão em flagrante ocorreu após o homem ser localizado em São Miguel. Em depoimento, de acordo com relatório emitido pela Polícia Militar de Guarapuava nesta manhã, Luís relatou que a esposa teria se jogado da sacada do prédio. Por medo, ele estaria fugindo para o Paraguai. O professor, de 32 anos, foi encaminhado até a Delegacia de São Miguel do Iguaçu após prestar esclarecimentos. Informações extraoficiais indicam que tentam a transferência dele para Guarapuava.

Na mesma ocasião, a Polícia Rodoviária Federal de Santa Terezinha de Itaipu recolheu o veículo GM Cruze, de cor branca, de propriedade da advogada Tatiane, que foi utilizado por Luís Felipe em sua fuga até São Miguel do Iguaçu. O automóvel foi localizado por volta das 6h45, após a polícia militar atender uma ocorrência de trânsito na BR-277, envolvendo o veículo. Com o acidente, Luís fugiu do local e seguiu a pé pela rodovia sendo localizado pela PM próximo a linha Catiporam, sentido Foz do Iguaçu.

O CASO

Em relatório divulgado pela PM nesta manhã, a Polícia Militar informa que foi acionada por volta das 3h da madrugada deste domingo, onde moradores de um prédio da rua Senador Pinheiro Machado relatavam que uma mulher teria sido jogada ou pulado da sacada do edifício e o corpo encontrava-se na calçada.

Moradores informaram, ainda, que o corpo foi retirado do local por um homem, que levou a vítima para dentro do prédio. Marcas de sangue evidenciavam a ocorrência. Vizinhos do apartamento onde o fato correu relataram que ouviram gritos de uma discussão, vindos do apartamento, e que ouviram Tatiane gritando por socorro. A advogada chegou a ser vista pela vizinha chorando na sacada.

Após arrombamento do apartamento, a polícia localizou a vítima no chão e a morte foi constatada pela equipe do SAMU. Câmeras de segurança gravaram o homem saindo do prédio com o carro da vítima. Em acionamento repassado aos demais destacamentos policiais do Estado, o homem foi localizado.

VELÓRIO

De acordo com informações apuradas pelo Portal RSN junto ao Instituo Médico Legal (IML) de Guarapuava, o corpo da advogada deve ser liberado por volta das 16h deste domingo (22). O velório será na capela da Funerária Santa Cruz.

Relacionadas

DEU RUIM

Foragido de Pinhão é preso no Distrito de Entre Rios em Guarapuava

PRISÕES E APREENSÕES

PM prende traficantes e apreende drogas de vários tipos em Guarapuava

SOLIDARIEDADE

Hoje tem Feijoada Beneficente no 'Vidas por Vidas' em Guarapuava

Comentários