Em Fernandes Pinheiro, 50 famílias pobres ganham a casa própria

As famílias beneficiadas foram contempladas pelo programa Nossa Gente Paraná e viviam em situação de vulnerabilidade social

Em Fernandes Pinheiro, 50 famílias pobres ganham casa própria (Foto: Reprodução/Pixabay)

Para 50 famílias pobres de Fernandes Pinheiro, a quinta (2) foi de muita alegria. Isso porque elas receberam as chaves da casa própria, e passam a morar no Conjunto Habitacional Apoema.

De acordo com o chefe do escritório regional da Cohapar de Ponta Grossa, Ary Ribeiro Filho, as famílias foram contempladas pelo programa Nossa Gente Paraná, coordenado pela Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho e desenvolvido em parceria com a Cohapar e prefeitura.

“Apesar de a pandemia ter interferido um pouco na entrega de materiais, a obra pode ser concluída conforme o cronograma. As famílias estão muito contentes em receber suas casas dentro do tempo esperado”.

Seguindo protocolo de saúde e segurança determinados pelo Governo do Estado para evitar riscos de contaminação pela covid-19, a entrega das chaves foi feita individualmente para evitar aglomerações. As famílias não pagarão nada pela nova moradia.

Isso porque o programa tem como fonte de recurso o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e isso permite com que as unidades habitacionais sejam totalmente subsidiadas pelo Governo. Conforme a prefeita de Fernandes Pinheiro, Cleonice Schuck, a obra reforça o vínculo familiar.

“Somente com os esforços, o comprometimento e a boa vontade de todos os órgãos envolvidos é que foi possível concluir esta obra e proporcionar a essas pessoas um fortalecimento no vínculo familiar por meio dos seus novos lares”.

CONJUNTO APOEMA

O empreendimento trouxe para o município uma importante conquista em infraestrutura. De acordo com a prefeita de Fernandes Pinheiro, por meio da parceria que a Cohapar faz com a Copel e a Sanepar levando instalações gratuitas dos serviços prestados por estas empresas para as casas populares, a cidade ganhou a primeira rede de esgoto.

A atendente Joslaine da Silva Pereira de 33 anos, contemplada com uma das casas no Conjunto Apoema compartilha a alegria da nova conquista. “Eu morava de aluguel e o dinheiro era bem apertado, não sobrava para nada. Agora, com a minha própria casa vou poder usar esse dinheiro para deixar meu cantinho do jeito que eu quero e investir nos meus filhos”.

COMO PARTICIPAR

O projeto é destinado às famílias com renda de até dois salários mínimos. Para participar do Nossa Gente Paraná é necessário fazer um cadastro no sistema de pretendentes da Cohapar, aqui. O cadastro tem validade de dois anos e é importante que ele esteja sempre atualizado.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

BOA AÇÃO

Grupo 'Duelo do Bem' começa as reformas no hospital Santa Tereza

TIRA-DÚVIDAS

TSE lança aplicativo para tirar dúvidas no WhatsApp nas eleições 2020

ELAS SÃO MAIORIA

Brasil tem 147,9 milhões de eleitores aptos a votar nestas eleições

Comentários