Em Guarapuava, a agricultura familiar enriquece a merenda escolar

Cerca de 17 mil alunos tem alimentação saudável nas escolas

(Foto: Secom)

Os produtos que nascem das plantações de pequenas propriedades rurais de Guarapuava são ingredientes que estão no preparo da merenda escolar que é saboreada por 17 mil crianças que estudam na rede municipal de ensino, incluindo os centros de educação infantis. Quando os produtos chegam nas escolas cerca de 150 profissionais estão prontos para iniciar a transformação que geram pratos deliciosos e nutritivos. São merendeiras, nutricionistas e equipe administrativa, envolvidos em todo o processo de produção e preparação.  Um trabalho coletivo, que para o prefeito Cesar Silvestri Filho (PPS), objetiva oferecer refeições de qualidade para as crianças e adolescentes da rede municipal.

Para a secretária de Educação e Cultura, Doraci Senger Luy, o impacto de uma alimentação saudável repercute na aprendizagem das crianças. “Uma boa alimentação influencia diretamente no aprendizado das crianças. Ela interfere na capacidade de memorização, desenvolvimento cognitivo e é a fonte de energia do ser humano, por isso nos preocupamos com a qualidade dos produtos, das receitas preparadas e cada parte do processo que faz parte da merenda escolar”.

Cerca de 49% dos produtos que chegam para as merendeiras vêm da agricultura familiar de Guarapuava, através do Programa Vida Rural, uma iniciativa da Secretaria Municipal de Agricultura que favorece a aquisição de alimentos dos produtores familiares para a merenda escolar. Com a união da merenda ao Vida Rural o benefício vai tanto para as crianças que têm acesso a alimentos frescos e saudáveis quanto para as famílias do campo que garantem a venda de seus produtos e aumentam a renda.

“A estimativa para o final de 2018 é que a porcentagem de produtos da agricultura familiar que vão para a merenda escolar chegue aos 50%”, destaca o Secretário de Agricultura, Ademir Fabiane.

Assim que os produtos chegam às escolas e CMEIs, as merendeiras assumem o papel e dão início à preparação. Cerca de 25 mil refeições são preparadas diariamente, uma média de 5 milhões por ano. “Nas escolas ofertamos uma refeição a cada período, já nos CMEIs, onde as crianças ficam durante o dia todo, são quatro refeições diárias”, destaca a nutricionista e coordenadora do Departamento de Merenda Escolar da Secretaria de Educação e Cultura, Laura Maria Iatskiu Vasconcelos.

Os cardápios são preparados por nutricionistas que selecionam os produtos de acordo com a indicação para cada faixa etária. São frutas, verduras, legumes, hortaliças, proteínas, alimentos ricos em vitaminas, sais minerais e fibras, que promovem os bons hábitos alimentares e contribuem para o melhor desenvolvimento das crianças.

Relacionadas

PRODUÇÃO

Festa do Pêssego terá 20 toneladas da fruta em Irati

REPERCUSSÃO

Botelho defende ideias progressistas para a agricultura e o meio ambiente

AGRONEGÓCIO

Agronegócio avaliza decreto da governadora

Comentários