Em oito dias, violência contra a mulher cresce em 15%, diz Procuradora

Cristina Silvestri diz que números da violência são apenas nos 8 primeiros dias da quarentena. Ela pede à SESP do PR que haja divulgação periódica de dados

Crististina Silvestri, Procuradora da Mulher (Foto: Ascom)

Nos primeiros oito dias de quarentena os números da violência contra a mulher registraram um aumento cerca de 15%. De acordo com a Procuradoria da Mulher na Assembleia do Paraná, esses dados foram revelados apenas entre 13 e 21 de março. Porém, de lá para cá, nenhum outro relatório sobre o assunto foi divulgado.

Assim, para trazer à tona a ‘cara’ da violência doméstica de forma constante, a deputada Cristina Silvestri, que é a procuradora, está pedindo a divulgação periódica desses dados. Em ofício encaminhado à  Secretaria de Estado de Segurança Pública (SESP), a procuradora  observa a necessidade desses dados para que a Rede de Enfrentamento possa traçar ações e atuar.

Estes números são necessários para que a Rede de Enfrentamento tenha mais detalhes sobre o verdadeiro cenário da violência contra mulheres neste período. E assim, possa traçar ações de combate que sejam efetivas.

O pedido foi assinado, também, pelas demais integrantes da Bancada Feminina da Casa: deputadas cantora Mara Lima, Mabel Canto, Maria Victória e Luciana Rafagnin.

Entretanto, a procuradora observa que ainda é prematuro afirmar “com certeza”que qualquer crescimento é um reflexo preciso da quarentena. “Por isso precisamos desses dados, continuando com o monitoramento e, também, com o acolhimento destas mulheres. A proteção das paranaenses também é um serviço essencial”.

Na semana passada, Cristina Silvestri solicitou à SESP que libere, através da Delegacia Eletrônica, a possibilidade de mulheres registrarem, também, boletins de ocorrência online, exceto em casos de violência sexual. O pedido teve o apoio de 16 parlamentares, incluindo as deputadas integrantes da Bancada Feminina. Porém, a SESP ainda não respondeu ao requerimento.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

COVID-19

Paraná registra 153 mortos desde o início da pandemia

UTILIDADE PÚBLICA

Baixa temperatura pode congelar água dentro de hidrômetros

COVID-19

Protocolo da Saúde instrui municípios sobre centros comerciais

Comentários