Engenharia cresce no Paraná e na região de Guarapuava, diz Crea

No entorno do terceiro planalto, protagonismo está entre engenheiros agrônomos

Na região de Guarapuava, engenheiro agrônomo desponta como líder dos registros na profissão (Foto: Divulgação)

No dia dos profissionais da engenharia, os números divulgados pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná (Crea-PR) mapeiam o crescimento da profissão na região de Guarapuava e, também, em todo o Estado.

De acordo com o levantamento divulgado pelo Conselho, o número de engenheiros registrados na entidade, em dez anos, passou de 55 mil para 83 mil, representando um aumento de 35%. A região de Guarapuava, segundo informações da assessoria, segue a mesma linha de crescimento. Entre 2010 e 2018, o número de registros aumentou de 1.925 para 3.201, totalizando uma percentagem positiva de 40%.

Além disso, a região do terceiro planalto segue, também, a tendência estadual de protagonismo dos engenheiros civis e agrônomos dentro da profissão. No Paraná, são 32.734 engenheiros civis e 16.637 engenheiros agrônomos registrados e, na região de Guarapuava, os engenheiros agrônomos assumem a primeira colocação com 1.164 registros, enquanto os engenheiros civis totalizam 1.137.

Relacionadas

PARANÁ MAIS VERDE

Professores plantam mudas de árvores em manancial de água de Pitanga

NÃO PARA

Saúde de Irati registra mais uma morte por covid-19

VAMOS PARTICIPAR?

Oficina on-line de ginecologia natural ocorre neste sábado (28)

Comentários