Escolas entregues pelo governador em Guarapuava têm histórico de violência

Ao Portal RSN, Ratinho Jr fala sobre Escola Segura, Unicentro e chefias regionais

(Foto: Cristina Esteche/RSN)

Em sua primeira visita oficial em Guarapuava, o governador Carlos Massa Ratinho Júnior (PSD), inaugurou dois colégios na manhã desta quinta (4). O Leni Marlene Jacob localizado no bairro Primavera e o Pedro Carli na Vila Bela.

Um dia depois de anunciar a ampliação e alterações no programa ‘Escola Segura’, de 120 para 200 vagas, na Região Metropolitana de Curitiba, além de Foz do Iguaçu e Londrina, o governador entrega duas escolas em Guarapuava, já com registros de violência.

Em 29 de novembro de 2011 a adolescente Jéssica Borodiak dos Santos foi morta a facadas em frente ao Colégio Leni Marlene Jacob, em Guarapuava, quando saía das aulas. Uma outra adolescente, que era colega de sala de Jéssica, foi a autora do crime.

Na Vila Bela, bairro onde está localizado o colégio Pedro Carli, além da vulnerabilidade social, a incidência de drogas e de “turmas” nas proximidades da escola é rotineira.

De acordo com Ratinho Júnior, a inclusão de Guarapuava no programa ‘Escola Segura’ ainda não está prevista. “Estamos implantando de forma gradativa e depende de discussões técnicas por parte da Secretaria Estadual da Educação. Onde houver necessidade será implantada”.

Durante entrevista, Ratinho Júnior falou também sobre o contingenciamento de recursos das universidades estaduais desde o início deste ano. Confira entrevista ao Portal RSN abaixo.

Sobre as nomeações de chefes de núcleos regionais sediados em Guarapuava, o governador disse que o critério de escolha une avaliação técnica e indicação política. Confira entrevista ao Portal RSN abaixo.

Relacionadas

COLÉGIO MILITAR

Anúncio do governador na segunda (26) gera expectativa em Guarapuava

DESTAQUE

UTFPR lidera ranking com mais cursos com nota máxima no Enade

ORIENTAÇÃO VOCACIONAL

UniGuairacá lança app que ajuda quem precisa escolher uma profissão

Comentários