Familiares doam cadáver para pesquisa em saúde na Unicentro

Cadáver será utilizado pelos cursos de saúde para pesquisas e estudos sobre a anatomia humana. Essa foi a primeira doação feita por familiares

Familiares doam cadáver para pesquisa em saúde na Unicentro (Imagem: Reprodução/Pixabay)

Familiares de uma pessoa que morreu, doaram o cadáver à Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro). O corpo destina-se às pesquisas na área de saúde. De acordo com a universidade, a iniciativa contribuirá para o desenvolvimento do ensino e da pesquisa. Além de promover a qualificação dos profissionais de Saúde formados pela Unicentro.

Este foi o primeiro corpo humano doado por familiares à Instituição. Assim, por questões éticas, não há informações sobre o sexo, idade e local de origem do cadáver. Conforme as informações, a doação foi possível pela intervenção do Conselho Estadual de Distribuição de Cadáveres do Paraná (CEDC/PR).

O órgão é vinculado à Superintendência de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Seti). O conselho atua desde o ano de 2009, recebendo os cadáveres doados e destinando-os para as Instituições de Ensino Superior do Paraná.

A agente universitária Odiméia Teixeira, que é uma das representantes da Universidade no CEDC/PR, destacou a importância dessa doação. “O cadáver será utilizado para as atividades didática de ensino e de pesquisas em Anatomia Humana, fundamentais para a formação dos profissionais da área da Saúde”.

DOAÇÃO TAMBÉM PODE SER FEITA EM VIDA

Além de doações de familiares, é também possível a pessoa manifestar em vida o desejo de doar o seu corpo para estudos após seu falecimento. “A doação em vida pode ser feita desde que a pessoa seja maior de 18 anos e que tenha discutido com os familiares”.

Assim o doador deve dirigir-se a um cartório, com duas testemunhas, munidas dos documentos pessoais para fazer uma declaração denominada Termo de Intenção de Doação do Corpo para Fins de Estudo e Pesquisa (acesse aqui o Termo de Intenção).

Entretanto, a doação pós-morte (em caso de morte resultante de causas naturais) é feita pelos familiares. Eles devem entrar em contato com o CEDC/PR, para receber as orientações de como proceder para efetivar a doação.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

COVID-19

Campo Real suspende atividades presenciais até 17 de abril

ENTREGA DE ALIMENTOS

Colégios estaduais iniciam entrega de cestas básicas em Guarapuava

TRABALHO

Unicentro irá contratar 58 professores temporários em abril

Comentários