Fluxo de viagens de fim de ano entre Guarapuava e Foz do Iguaçu diminui

O maior fluxo ocorreu no domingo 3 de janeiro, com 63.185 veículos. No feriado prolongado, a concessionária totalizou 398 atendimentos

Fluxo de viagens de fim de ano entre Guarapuava e Foz do Iguaçu diminui  (Foto: Reprodução/Pixabay)

O trecho de 387,1 quilômetros que segue de Guarapuava à Foz do Iguaçu apresentou queda de 13% no fluxo em 2020 em comparação com o feriado de Ano Novo de 2019. Conforme a concessionária, a comparação é feita de 29 de dezembro a três de janeiro, os dados são do Centro de Controle Operacional da concessionária que administra o trecho. Em seis dias, o movimento de veículos pelas praças de pedágio totalizou 289.360, inferior aos 332.558 veículos contabilizados no mesmo período de 2019. Deste total, 25% representaram o tráfego pela praça de pedágio de São Miguel do Iguaçu.

Além disso, o maior fluxo ocorreu no domingo três de janeiro, com 63.185 veículos. No feriado prolongado, a concessionária totalizou 398 atendimentos a panes seca, mecânica e elétrica. Sendo assim, a maioria envolvendo pane mecânica, com 118 registros.

ATENDIMENTO

Desse modo, sempre que as pessoas seguirem em viagens por locais com pedágios vão encontrar socorro médico e resgate. Assim como, guinchos para veículos leves e pesados; inspeções de tráfego; caminhão-pipa para atendimento a incidentes e focos de incêndio e Serviços de Atendimento ao Usuário.

Entretanto, em atendimento as medidas de segurança e saúde, todos os cuidados seguem adotados para garantir a prevenção sanitária, tanto de usuários como dos colaboradores, como por exemplo uso dos kits de prevenção compostos de máscara, luvas e álcool gel.

Leia outras notícias no Portal RSN.

 

Relacionadas

RECONHECIMENTO

Prudentopolitana é eleita Miss Tourism International 2020

PANDEMIA DA COVID-19

Irati confirma a 27ª morte em decorrência da covid-19

ALERTA!

Simepar alerta para a possibilidade de chuva volumosa na Região

Comentários